MENU

Campanha Nacional de Recadastramento de Armas tem foco no interior do país

Campanha Nacional de Recadastramento de Armas tem foco no interior do país

Atualizado: Terça-feira, 28 Julho de 2009 as 12

 A Campanha Nacional de Recadastramento de Armas, lançada ontem, 27 de julho, na sede da Polícia Federal em Brasília, terá como foco principal o interior do país. A informação é do diretor da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munição (Aniam), Salésio Nuhs.

"Armas como carabinas são muito comuns nessas regiões, tanto para a defesa dos lares como para a caça de subsistência. Por esse motivo, a ênfase da campanha que iniciamos será nas lojas ligadas à nossa associação, situadas longe dos grandes centros urbanos, onde o acesso à informação é mais difícil", explicou Nuhs.

A Aniam planeja investir R$ 4 milhões em campanhas publicitárias. O interesse da entidade é regularizar o maior número possível de armas, uma vez que não será possível a compra de munições sem a comprovação de que o armamento está de acordo com a lei.

"As lojas ligadas ao nosso segmento já foram treinadas e, a partir desta semana, todas estarão capacitadas para fazer o recadastramento", disse. "Nenhum associado poderá cobrar pela prestação desse serviço", completou.

A entidade pretende realizar trabalhos de divulgação da campanha na mídia, em seu site e em eventos como feiras agropecuárias e de pesca.

veja também