MENU

Campeonato vai escolher pássaro que canta por mais tempo em MT

Campeonato vai escolher pássaro que canta por mais tempo em MT

Atualizado: Terça-feira, 23 Agosto de 2011 as 2:47

Uma etapa do campeonato de canto de pássaros reuniu 68 criadores de todo o estado em Tangará da Serra, que fica a 242 quilômetros de Cuiabá. A competição, que é dividida em etapas, está prevista para terminar em dezembro, quando mais de 200 pássaros devem disputar a final.

Os criadores aproveitam que os pássaros estão em período de acasalamento para competir. Isso porque, uma das estratégias dos machos para atrair as companheiras é cantar bastante. “Eles cantam para se mostrar para as fêmeas. É o início do período de acasalamento das espécies”, afirmou o veterinário Lucas Hunhoff.     Nos torneios feitos em Mato Grosso, a avaliação do canto dos pássaros é feita com a ajuda de um aparelho que registra a ave que cantar por mais tempo. O jurado acompanha o pássaro e toda vez que ele canta, o som é registrado no aparelho. Em 15 minutos, o pássaro que cantar mais, ganha a competição. Segundo os organizadores, quem venceu o campeonato de Tangará da Serra foi o pássaro Chulé.

O campeonato de canto é dividido entre as etapas regionais, que acontecem em alguns municípios mato-grossenses desde janeiro desse ano, e a etapa estadual, que está prevista para acontecer de setembro a dezembro de 2011.

Segundo a organização do campeonato, ainda restam cinco etapas das competições municipais. Depois disso, os finalistas devem se encontrar no dia 4 de dezembro em Cuiabá, para a final estadual da competição.

As normas para participar do campeonato são rígidas e visam proteger os animais. A premiação em dinheiro é proibida e o vencedor leva para casa apenas um troféu pela participação. Segundo José Adriano, que é representante da Associação dos Criadores, as normas ajudam a tornar os criadores e campeonatos legalizados diante dos órgãos de proteção dos animais.

De acordo com ele, entre os requisitos para participar do campeonato, é necessário que o criador seja regulamentado no Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). “É necessário que o criador possua um Cadastro Técnico Federal e que o pássaro seja oriundo de um criador também regulamentado”, explicou. Ainda segundo José Adriano, a fiscalização é feita durante a inscrição do competidor.

O campeonato não reúne apenas competidores. Pessoas que admiram o canto dos pássaros também acompanham o desempenho das aves. “É a minha paixão desde criança, desde o berço. Sempre tive pássaros”, finalizou o empresário Romualdo Martinelo.        

veja também