MENU

Candidato a policial civil em SP terá vida investigada

Candidato a policial civil em SP terá vida investigada

Atualizado: Quinta-feira, 21 Maio de 2009 as 12

Portaria publicada na edição da última segunda-feira, 18 de maio, no "Diário Oficial" estabelece que o candidato a uma vaga na Polícia Civil de São Paulo seja submetido a uma investigação de caráter "ético-social", segundo reportagem publicada na edição desta quinta-feira, 21 de maio, pela Folha.

Segundo o texto assinado pelos jornalistas Mario Cesar Carvalho e José Ernesto Credendio, se necessário, serão feitas investigações de campo quando se constatar que o candidato tem eventuais incompatibilidades com a carreira.

Entre outras investigações, será avaliado se o candidato tem desvio de personalidade e inadimplência.

O secretário da Segurança Pública de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto, afirmou em entrevista que a corrupção policial incita crime e defendeu uma "cruzada" para moralizar a polícia paulista.

Recurso

Para especialistas em direito constitucional, a medida fecha o cerco contra infiltração de grupos criminosos na corporação, entretanto, apresenta critérios subjetivos.

As brechas para eventuais ações de recurso - em caso de alguém não ser admitido - envolvem desvio de personalidade, relações sociais incompatíveis, inadimplência e uso de álcool.

veja também