MENU

Candidatos e políticos votam em SP

Candidatos e políticos votam em SP

Atualizado: Domingo, 7 Outubro de 2012 as 3:54

Candidatos à Prefeitura de São Paulo, políticos e lideranças aproveitaram as primeiras horas de abertura das urnas para registrar seus votos neste domingo (7).

O candidato Gabriel Chalita, do PMDB, votou por volta das 9h30 no Colégio Sion, em Higienópolis. 

A candidata Soninha Francine, do PPS, esteve por volta das 10h15 no campus de Perdizes da Pontifícia Universidade Católica (PUC).

O candidato Paulinho da Força (PDT) votou na Escola Estadual Professor Edgard Pimentel Rezende, em Brasilândia, Zona Norte, por volta das 10h15.

O candidato do PRB, Celso Russomanno, votou pouco antes das 10h30, no Colégio Santo Américo, na Vila Sônia, na Zona Sul.

O candidato José Serra, do PSDB, votou no Colégio Santa Cruz, no Alto de Pinheiros, na Zona Oeste, pouco depois das 11h.

O candidato do PT, Fernando Haddad, votou por volta das 11h na Universidade Ibirapuera, em Indianópolis, na Zona Sul.

Políticos
Mais cedo, por volta das 8h15, o prefeito da capital, Gilberto Kassab (PSD) votou no Colégio Santa Cruz, em Alto de Pinheiros, na Zona Oeste.

O vice-presidente Michel Temer votou por volta das 10h15 no campus de Perdizes da Pontifícia Universidade Católica (PUC).

O ex-presidente Lula chegou para votar na Escola Estadual João Firmino, em São Bernardo do Campo, no ABC, por volta das 11h30. Lula estava acompanhado da ex-primeira dama Marisa Letícia e do candidato do PT à Prefeitura de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho.

As seções eleitorais abriram às 8h e os paulistanos podem votar até as 17h para escolher o novo prefeito de São Paulo e os 55 vereadores da Câmara Municipal. Os eleitores têm 12 opções de candidatos à Prefeitura e 1.227 de parlamentares, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Disputa acirrada

Caso se confirme nas urnas o que as pesquisas de intenção de voto apontam, a corrida para a Prefeitura paulistana será acirrada. Os levantamentos indicam que certamente haverá segundo turno na cidade. A dúvida, porém, é sobre quem vai seguir na disputa.

Celso Russomanno (PRB), José Serra (PSDB) e Fernando Haddad  (PT) estão praticamente empatados. A briga pela liderança da maior cidade do país, aparentemente, será voto a voto.
Segundo pesquisa do Instituto Datafolha divulgada no sábado (6), os três estão empatados tecnicamente. Considerando apenas os votos válidos, ou seja, sem contar os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos, Serra tem 28% das intenções, seguido de Russomanno, com 27%, e Haddad, com 24%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
Encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, a pesquisa foi realizada nos dias 5 e 6 de outubro. Foram entrevistadas 3.959 pessoas na cidade. Ela está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sob o número SP-01778/2012.

O Ibope também mostrou equilíbrio entre os três candidatos. Pesquisa também divulgada na véspera da eleição aponta que Russomanno, Serra e Haddad estão empatados, cada um com 26% dos votos válidos. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. Segundo o Ibope, o "empate triplo na véspera da eleição traz indefinição sobre quem disputará o segundo turno em São Paulo".
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo". Foram entrevistadas 1.204 pessoas na cidade de São Paulo entre os dias 4 e 6 de outubro. Ela está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sob o número SP-01824/2012.


veja também