MENU

Caos no atendimento público de saúde em Sarandi

Caos no atendimento público de saúde em Sarandi

Atualizado: Quinta-feira, 6 Janeiro de 2011 as 8:16

Quem precisa de atendimento na saúde pública em Sarandi, no norte do Paraná, tem enfrentado problemas sérios. Ontem, um blog da região (do jornalista Luiz de Carvalho) denunciou que a unidade de saúde de Pronto Atendimento está atendendo cerca de 200 pessoas por dia, o que obriga os pacientes a terem muita paciência para esperar horas na fila. Até cães “frequentam” a unidade, segundo relato do blog.

O blog denunciou ainda que nesta época do ano há apenas três médicos para atender tanta gente. Procurada pela reportagem de O Estado, a assessoria de imprensa da prefeitura de Sarandi informou que a administração atual herdou a estrutura física deficiente do mandato anterior, e que há pelo menos 30 anos não se constrói hospital ou qualquer outra área de atendimento médico na cidade.

Segundo a assessoria, nesta época do ano os médicos viajam, entram em férias, e por isso diminuiu a quantidade de profissionais. A assessoria informou ainda que nesta unidade, normalmente, são cinco médicos atuando, e que os cães não são de rua, mas sim de pessoas que procuram a unidade para atendimento.

Uma dificuldade relatada pela assessoria é que pacientes que muitas vezes necessitariam de atendimento básico acabam procurando o pronto-atendimento, cujo foco é emergência, e isso traz sobrecarga à unidade.

A prefeitura informou ainda que está em construção uma nova unidade para pronto-atendimento e que a clínica materna-infantil também será reformada e ampliada. Ainda segundo a prefeitura, será aberto concurso para contratação de mais médicos.

veja também