MENU

Carros desrespeitam novo corredor de ônibus na Zona Sul de SP

Carros desrespeitam novo corredor de ônibus na Zona Sul de SP

Atualizado: Segunda-feira, 25 Abril de 2011 as 10:59

Com trânsito, carros invadem faixa exclusiva para ônibus na Rua Domingos de Moraes (Foto: Juliana Cardilli/G1)

  O corredor de ônibus montado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) na Rua Domingos de Moraes, na Zona Sul de São Paulo, começou a funcionar nesta segunda-feira (25) sem ser muito respeitado pelos motoristas de outros veículos nesta manhã. Entre 8h30 e 9h, com o trânsito mais complicado em seu trecho final, nas proximidades da Rua Afonso Celso, muitos motoristas invadiam a faixa exclusiva para ônibus que seguia livre.

Corredor de ônibus funciona nos horários de pico (Foto: Juliana Cardilli/G1)

  A CET informou que os carros que circularem na faixa exclusiva para ônibus nos horários de pico poderão ser multados. Nos primeiros dias de implantação do corredor os agentes de trânsito irão apenas orientar os motoristas. Ainda não há data para que a CET comece a autuar os condutores. Ainda de acordo com o órgão, os táxis com passageiros poderão utilizar a faixa exclusiva para ônibus, assim como acontece nos demais corredores.     O corredor de ônibus foi montado na faixa da direita no sentido Centro entre as ruas Santa Cruz e Afonso Celso. Ele fica ativo entre 6h e 9h e 17h e 20h, de segunda a sexta-feira. Nos outros horários, a faixa volta a ser permitida a outros veículos. A instalação ocorreu após as obras de alargamento da pista da Rua Domingos de Moraes. Além da faixa para ônibus, a outras quatro disponíveis para os outros veículos.

Apesar de o objetivo ser dar mais fluidez ao transporte coletivo, passageiros não sentiram muita diferença nesta manhã. “Nesse pedaço aqui veio rápido, mas é tão curtinho. Nem dá para perceber tanta diferença”, contou a vendedora Carla Freitas. O trânsito só estava mais lento no último quarteirão do corredor – antes, todas as pistas seguiam livres.

Taxistas reclamam de remanejamento de ponto (Foto: Juliana Cardilli/G1)

  A equipe de reportagem do G1 viu apenas um agente da CET auxiliando o trânsito na região – no cruzamento com a Rua Afonso Celso, fim do corredor. Ali, a situação era complicada para quem vinha da via que acessa a Rua Domingos de Moraes. Antes do corredor, havia quatro faixas para os motoristas acessarem a rua, nos dois sentidos. Com a faixa exclusiva, o cruzamento para o sentido bairro foi fechado, e apenas uma faixa permitia a entrada no sentido Centro. Com isso, os motoristas enfrentavam lentidão no local.

Taxistas reclamam

Outra mudança que causou incômodo na região foi o remanejamento de um ponto de táxi na Rua Domingos de Moraes, pouco antes da Rua Monsenhor Manuel Vicente. De acordo com o taxista Paulo Roberto da Silva, existiam ali cinco vagas anteriormente. Agora, são apenas duas que só podem ser utilizadas fora do horário de funcionamento do corredor. “Colocaram outras três vagas lá atrás, mas tem vários carros. Estamos sem lugar para parar no horário de pico”, afirmou.

Segundo a SPTrans, 13 linhas de ônibus irão utilizar o corredor. Algumas delas saem dos terminais Grajaú e Capelinha e da Estação Imigrantes do Metrô. Segundo a Prefeitura, 145 mil pessoas serão beneficiadas.

No trecho onde ficará o corredor de ônibus ainda será permitido estacionar - entre 9h e 17h -, e será obrigatório o cartão de Zona Azul.

Cruzamento com a Rua Afonso Celso foi eliminado (Foto: Juliana Cardilli/G1)        

veja também