MENU

Casal deve se apresentar como pais de bebê abandonado na Bahia

Casal deve se apresentar como pais de bebê abandonado na Bahia

Atualizado: Terça-feira, 24 Maio de 2011 as 11:47

Recém-nascido foi achado enrolado em lençol (Foto: Roque de Jesus/G1)

  A polícia de Conceição do Jacuípe aguarda para a tarde desta terça-feira (24) o depoimento de um casal que deve se apresentar como pais do bebê abandonado na porta de uma casa na cidade a 97 Km de Salvador, no último 19 deste mês.

A delegada Lia Mara, titular da unidade policial do município, diz que os dois já foram identificados e um advogado garantiu a apresentação deles para esta tarde.

A recepcionista Alexandra Cerqueira, que encontrou a criança, conta que não vê o bebê desde o dia 19 de maio. “Não tive mais contato com ela, a última vez que fui ao hospital ela não estava mais lá e não me disseram para onde ela foi”, diz.  

Segundo Alexandra, a mãe do bebê a conhece e mora no mesmo bairro que ela. “Ela é cunhada de um primo meu”, relata. A recepcionista, que é filha de pais adotivos, diz que não pretende ficar com a criança porque já tem dois filhos, mas quer acompanhar a menina. “Hoje eu vou no Conselho Tutelar para saber sobre ela porque eu queria muito vê-la”, completa.

Alexandra acredita que a mãe da criança deixou a menina na porta da sua casa por conhecer a história de vida dela. “Fui adotada. Acho que ela deixou aqui porque já me conhecia. Ela tem uma criança de colo ainda”, lembra.

A recepcionista contou que o pai da criança esteve em sua casa para saber como tudo aconteceu e chegou a dizer que não tinha conhecimento da gravidez da mulher. Segundo Alexandra, o advogado da mãe do bebê esteve na casa dela no último domingo (22) também para saber do ocorrido antes de aceitar o caso.

De acordo com o Conselho Tutelar de Conceição do Jacuípe, o bebê está em um abrigo na cidade de Feira de Santana, a 108 Km de Salvador, e seu estado saúde é bom. Segundo o Conselho, um homem se apresentou como pai da criança e disse que quer ficar com ela. Ele disse que a mulher teve um surto e que achava que a atitude dela foi provocada por uma depressão pós-parto. O homem afirmou que não sabia da gravidez porque não percebeu a gestação.          

veja também