MENU

Casal suspeito de estelionato pode ter feito mais de 3 mil vítimas

Casal suspeito de estelionato pode ter feito mais de 3 mil vítimas

Atualizado: Sexta-feira, 9 Dezembro de 2011 as 8:27

Um homem e uma mulher que se passavam por bombeiros para conseguir dinheiro de comerciantes podem ter feito mais de 3 mil vítimas, segundo levantamento da polícia e do Corpo de Bombeiros. Os dois foram presos nesta quinta-feira (8) em Diadema, no ABC. Segundo a investigação, a dupla agia havia pelo menos cinco anos nas cidades do ABC, na capital paulista, em Guarulhos, Osasco e em algumas cidades do interior do estado.

Os golpistas ligavam para empresários se passando por um major do Corpo de Bombeiros e pedindo dinheiro para um evento da corporação. De acordo com a investigação, um motoboy ia até a empresa buscar a doação. As vítimas recebiam como agradecimento adesivos, cartões de visita e um recibo com CNPJ falso do Corpo de Bombeiros.   “Ele me ofereceu algumas opções de doação, valores altos, a partir desse momento desconfiei, Disse que ia pensar, ele deixou a entender que se a gente não colaborasse ele faria uma verificação das licenças que nós temos na empresa”, disse um empresário que foi procurado pelos golpistas

O homem de 49 anos que foi preso se passava por major – já a mulher dizia ser tenente. Os dois foram presos em flagrante e irão responder por estelionato.

“O Corpo de Bombeiros não tem como prática solicitar qualquer quantia em dinheiro. Acontecendo isso, a pessoa deve procurar o Corpo de Bombeiros e fazer a denúncia”, afirmou o tenente-coronel Roberto Rensi.        

veja também