MENU

"Casas caíam como efeito dominó", diz morador de Alagoas

"Casas caíam como efeito dominó", diz morador de Alagoas

Atualizado: Quarta-feira, 23 Junho de 2010 as 7:15

O município de Rio Largo, em Alagoas, foi um dos mais prejudicados pela chuva que atingiu o estado. Na cidade, cerca de 4 mil pessoas perderam suas casas.

Um morador descreveu o momento em que a água invadiu a cidade. ''Nunca na minha vida eu vi uma coisa dessas. As casas caíam como efeito dominó, vinham caindo uma atrás da outra'', disse.

O casal Luís e Maria do Carmo visitou, nesta terça-feira (22), o local onde ficava a casa em que vivia. O imóvel foi arrastado pela correnteza do Rio Mundaú (AL).

''Eu morava aqui. [Na hora da enchente] não deu para a gente tirar nada'', disse Maria do Carmo.

''Perdi toda a mobília que eu tinha, televisão, geladeira, tudo'', afirma Luís, emocionado.

Eles não foram os únicos a ter a casa destruída em Rio Largo. Quando o Rio Mundaú baixou, sobraram móveis destruídos, entulho e troncos de árvores espalhados por toda a cidade.

Em todo o estado, o número de mortes chega a 29. Cerca de 600 pessoas estão desaparecidas.

veja também