MENU

Casas em Realengo escondiam mais de 30 balões e material de fabricação

Casas em Realengo escondiam mais de 30 balões e material de fabricação

Atualizado: Sexta-feira, 17 Junho de 2011 as 8:19

Mais de trinta balões e ainda uma grande quantidade de material para fabricá-los foram apreendidos em duas casas em Realengo, na Zona Oeste do Rio, na noite desta quinta-feira (16). Dois homens foram detidos por policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), mas foram liberados após pagarem fiança e vão responder ao processo em liberdade.

Nos imóveis, fotos exibiam a dimensão do tamanho da ousadia dos baloeiros e do risco para a população. Entre o material, estavam fogos, cola, moldes, buchas e botijões.

A polícia chegou aos endereços por meio de denúncias anônimas. Um dos detidos tinha tatuado na perna o nome de um grupo de baloeiros. O outro, segundo a polícia, tem um irmão que também faz parte de um grupo de baloeiros e está foragido.

Em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, foi feita outra apreensão na mesma noite. Foram necessários quatro policiais para esticar um balão de mais de 20 metros de comprimento.

“A DPMA vai manter a ação por todo esse mês, em razão do período festivo, que tradicionalmente está vinculado à soltura de balões, então a delegacia esta atenta para esse tipo de ocorrência”, afirmou o delegado da DPMA, Fábio Pacífico.            

veja também