MENU

Casas populares em São Carlos (SP) terão aquecedor solar de baixo custo

Casas populares em São Carlos (SP) terão aquecedor solar de baixo custo

Atualizado: Terça-feira, 17 Março de 2009 as 12

Kits serão instalados em 785 moradias e custam a partir de R$ 160

A redução do consumo de energia elétrica por meio do uso de aquecedor solar agora está mais acessível à população de baixa renda de São Carlos (a 230 km de São Paulo). A Prefeitura vai instalar kits em 785 moradias que serão construídas neste ano por meio de convênio assinado com a Caixa Econômica Federal (CEF).

O kit foi desenvolvido pela ONG Sociedade do Sol e custa a partir de R$ 160 para caixas de água de 150 litros e de R$ 225 para reservatórios de 250 litros. As famílias conseguem reduzir em até 30% os gastos com energia. O programa já atende 360 moradias em São Carlos, com resultados positivos. "A maioria das cidades não oferece essa tecnologia para as famílias de baixa renda. O aquecedor solar tornou-se um produto apenas para famílias com renda mais alta", explica o engenheiro Samir Fagury, chefe da Divisão de Obras da Prohab (Progresso e Habitação de São Carlos S/A).

O aquecedor solar é produzido com materiais de baixo custo. As famílias recebem orientação técnica da Prohab, empresa criada pela Prefeitura. "Nossa proposta é substituir a fonte de energia do chuveiro em São Carlos", ressalta Samir. Segundo um levantamento do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o município contou com 312 dias de sol em 2007. "Pouca gente aproveita essa energia", destaca.

O operador de empilhadeiras Osvaldo Gonçalves instalou há cinco anos o equipamento em casa e está satisfeito com os resultados. "Desde o primeiro mês com o kit, a diferença na conta de energia foi de 30%", afirma. Gonçalves explica ainda que o aquecedor é de fácil instalação, manutenção e mesmo durante o inverno o gasto com energia é menor. "Paguei o investimento em seis meses", ressalta.

veja também