MENU

'Castigo' de menino que extorquiu colega em MS começa no dia 30

'Castigo' de menino que extorquiu colega em MS começa no dia 30

Atualizado: Sexta-feira, 27 Maio de 2011 as 10:40

   A partir de segunda-feira (30), o menino de 13 anos que extorquiu colega na escola em Campo Grande, sob ameaça de agressão, vai começar a cumprir a determinação do promotor Sérgio Harfouche, da 27ª Vara da Infância e da Adolescência. O 'castigo' é alternativa aplicada pelo ato infracional: o garoto terá que cumprir tarefas na escola, como limpeza de pátios e lavar louça da merenda escolar, além de participar de curso de orientação contra bullying.

O “castigo” foi aplicado no lugar de medida sócio-educativa, uma alternativa que já tem histórico em outras escolas de Campo Grande, em projeto da promotoria. “Se fosse para a Unei, ele vira bandido”, disse Harfouche. “É uma escola de marginal, institucionalizada no Brasil inteiro; infelizmente não tem perfil de educação”, referindo-se à Unidade Educacional de Internação.

Harfouche resolveu aplicar este tipo de penalidade o pois o garoto não tinha qualquer antecedente na Justiça. Nestes três meses de penalidade, caso seja flagrado em outra situação irregular, irá responder pelo ato infracional da extorsão, sendo punido com internação na Unei. "Estou dando a oportunidade para que ele mostre se é indisciplinado ou infrator".

Além da punição, a mãe do garoto terá que entregar R$ 500,00 à vítima, montante médio calculado que o garoto, também de 13 anos, teria pago para evitar ser agredido na escola. Nenhum dos garotos estuda mais na instituição em que o caso aconteceu, mas a punição será cumprida lá, como forma de alerta as outros estudantes.

A Polícia Civil investiga outros dois adolescentes que também estariam extorquindo o colega. Na próxima semana, Harfouche irá conversar com o garoto que foi vítima de bullying, para acompanhamento.        

veja também