MENU

Ceará registra 290 focos de queimadas em apenas um mês

Ceará registra 290 focos de queimadas em apenas um mês

Atualizado: Quarta-feira, 18 Agosto de 2010 as 4:21

Enquanto 12 mil focos de incêndio foram registrados em todo o País, o Ceará manteve o número de 290 focos de queimadas no período de um mês, entre 17 de julho e 17 de agosto. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que monitora as queimadas no Brasil. Havia focos em mais de 50 municípios. No período anterior, de junho a julho, o número havia sido menor - 67 focos no Ceará.

Ontem, segundo o Instituto, foram registrados quatro focos de queimadas no Ceará - nos municípios de Nova Olinda, Cedro e Cariús. Brasília (DF) tem sofrido com a baixa umidade desde o último fim de semana. Foram mais de 50 incêndios florestais desde sábado.

No Estado, para as queimadas serem realizadas, é necessária uma autorização da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace). Elisabete Romão, coordenadora florestal da Semace, explica que o órgão orienta os agricultores quanto ao uso do fogo para a plantação: “Nós orientamos o uso controlado do fogo, que é quando os agricultores fazem o desmatamento usando fogo para o plantio. A gente manda o engenheiro florestal e ele avalia e orienta”.

Multa

Elisabete cita que é observada a área, quantos hectares, qual é a proporção do desmatamento e o que o agricultor tem de replantar para fazer uso do fogo. Em todo o Estado, é assim. Se não houver essa permissão da Semace e o agricultor for flagrado queimando a área, é aplicada multa. “O Sertão Central, o Cariri e os Inhamuns ainda vivem muito da agricultura, embora o Estado todo solicite”, lista Elisabete.

Para solicitar a autorização da Semace para áreas de plantio, basta ligar para o número (85) 3101.5546. (Colaborou Diego Lage)

EMAIS

A Lei de Crimes Ambientais, também chamada de Lei da Natureza, estabelece sanções como prisão e multa para infratores.

De acordo com o texto de lei 9.605/98, as multas variam de R$ 50 a R$ 50 milhões.

Dentre os critérios para autorização da Semace, estão proteger os animais e respeitar distância de 15 metros para as linhas transmissão de energia.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também