MENU

Censo 2010 já colheu dados de 60% da população, diz IBGE

Censo 2010 já colheu dados de 60% da população, diz IBGE

Atualizado: Quarta-feira, 8 Setembro de 2010 as 1:30

Mais da metade da população brasileira (60%) já entrou no levantamento feito pelo Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O recenseamento começou em 1º de agosto e se estenderá até outubro. Dados atualizados nesta quarta-feira mostram que foram visitados 59% dos 58 milhões de domicílios do País.

O recenseamento continua mais rápido em Rondônia, onde 74% dos domicílios receberam a visita do IBGE, seguido de Tocantins (69%), Mato Grosso do Sul (68%) e Paraíba (68%). O Paraná, que estava com um dos mais baixos percentuais de coleta no balanço divulgado no último dia 30, alcançou a quarta posição, com 67% das casas recenseadas.

Com a menor cobertura, em função das grandes distâncias que precisam ser enfrentadas por meio de barcos, estão os estados do Amazonas (40%), do Acre (46%) e do Pará (49%), fazendo com que a região Norte tenha o menor percentual de residências visitadas (51%), diante dos 62% de domicílios recenseados no Centro-Oeste, o maior.

Em relação ao censo nos municípios, Santa Catarina é o Estado que finalizou o levantamento em mais cidades, cinco ao total. São elas: Peritiba, Lajeado Grande, Arvoredo, Pinheiro Preto e Entre Rios. Com o acréscimo de Peritiba, de uma semana para outra, subiu de oito para nove, o total de municípios no País (5.565) em que o Censo 2010 foi concluído.

Também integram a lista dos municípios recenseados no País, Borá, no interior de São Paulo (o menor do país), Oliveira de Fátima, em Tocantins, Santo Antônio do Rio Abaixo, em Minas Gerais e Fernando de Noronha, em Pernambuco.

Até outubro, os recenseadores devem visitar 58 milhões de domicílios. O objetivo é coletar informações para traçar o perfil sócioeconômico dos brasileiros, fornecendo dados para elaboração de políticas públicas. Neste ano, a estimativa é contar 191 milhões de pessoas.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também