MENU

Cetesb poderá investigar risco de contaminação no Terminal do Tietê

Cetesb poderá investigar risco de contaminação no Terminal do Tietê

Atualizado: Quarta-feira, 28 Setembro de 2011 as 2:52

Integrantes da Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente da Câmara de São Paulo estiveram reunidos em audiência pública na manhã desta quarta-feira (28) para discutir os reais riscos no Shopping Center Norte pela contaminação de gás metano. O centro comercial apresenta níveis acima dos aceitáveis pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), que agora será solicitada pelos vereadores para avaliar as áreas ao redor do shopping.

A preocupação demonstrada pelo vereador Juscelino Gadelha (PSB) é com regiões com grandes concentrações de pessoas, como o Terminal Rodoviário do Tietê e o estádio do Canindé, ambos na Zona Norte. Ele apresentou fotos aéreas da Marginal Tietê nas imediações do shopping para mostrar onde foram feitos aterros nos últimos anos. "Quais outras áreas correm risco? É isso que precisamos saber", disse o vereador.   O gerente do Departamento de Áreas Contaminadas da Cetesb Elton Gloeden descartou, a princípio, que a contaminação atinja o Terminal do Tietê. "Não há evidências no momento de que ali seja uma área de contaminação", afirmou.

A Câmara dos Vereadores não tem poder de exigir da Cetesb - órgão do governo do estado - que faça as medições de gás nos locais próximos ao shopping, mas irá solicitar que as áreas sejam analisadas. Os técnicos da Cetesb presentes à audiência pública, no entanto, dizem estar dispostos a cumprir o pedido da Câmara. "A preocupação dos vereadores é muito importante", ressaltou Rodrigo de Araújo, outro gerente de Áreas Contaminadas da companhia.

Araújo também tranquilizou frequentadores do shopping sobre os riscos de ir ao centro comercial. "O risco de explosão é potencial, mas não é iminente. Pode ocorrer apenas em pequenos espaços [em que o gás esteja concentrado], mas não em áreas de circulação ou grandes corredores", explicou.

O gerente da Cetesb ainda comparou a possibilidade de haver uma explosão com os riscos normais do cotidiano. "Em São Paulo, o risco de atropelamento é maior que o da explosão do shopping", disse. O G1 procurou a Socicam, que administra o Terminal do Tietê, e aguarda um posicionamento oficial sobre o pedido de medição no local.

Área contaminada

O Shopping Center Norte entrou na lista de Áreas Contaminadas Críticas da Cetesb por causa da existência do gás metano no terreno, que foi aterrado com lixo, segundo os técnicos da companhia, nos anos 80.

O shopping informou, na semana passada, que oito equipamentos para drenar o gás vão ser instalados no local, mas não disse quando eles devem começar a funcionar. Segundo a assessoria, o estabelecimento está seguindo o cronograma combinado com a Cetesb.

O diretor de controle da Cetesb, Geraldo Amaral, diz que o monitoramento do shopping começou em 2004. Ele explica por que o terreno só entrou na lista tanto tempo depois. “A partir deste ano, as situações de risco ficaram mais presentes e começamos a exigir medidas para que esses riscos fossem eliminados”, conta. Segundo Amaral, como as medidas não foram tomadas, o órgão ambiental aplicou multas e a área foi incluída na lista.

Na terça-feira (27), a Prefeitura de São Paulo determinou que o shopping fosse fechado em 72 horas, por tempo indeterminado, até que o shopping entregue à Cetesb um plano para a eliminação dos riscos. O estabelecimento também foi multado em R$ 2 milhões por descumprimento da Lei de Crimes Ambientais.          

veja também