MENU

CGE registra pontos de alagamento na Zona Sul de SP

CGE registra pontos de alagamento na Zona Sul de SP

Atualizado: Quinta-feira, 15 Dezembro de 2011 as 8:40

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, registrava dois pontos de alagamento intransitáveis no Ipiranga, na Zona Sul da capital paulista, por volta das 7h20 desta quinta-feira (15). Desde o início da chuva que atingiu São Paulo na madrugada, foram mais de 40 pontos, segundo o CGE. No horário, a cidade de São Caetano do Sul, no ABC, ainda enfrentava alagamentos provocados pelo temporal da madrugada.

Os pontos intransitáveis estão localizados na Rua Dom Lucas Obes e na Rua Dois de Julho, ambos no cruzamento com a Rua 1822. No restante da cidade, o CGE informou às 7h20 que havia lama acumulada em pontos que ficaram alagados ao longo da madrugada. No horário, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 31 km de lentidão – índice dentro da média para o horário. A CET informou ainda que não havia mais a necessidade de os paulistanos atrasarem a saída de casa em função da chuva. A companhia chegou a fazer essa recomendação por volta das 6h.

Às 7h20, a CET contabilizava 27 semáforos apagados ou intermitentes na cidade de São Paulo e seis pontos de alagamento transitáveis.

A região da Vila Prudente, na Zona Leste, foi uma das mais prejudicadas pela chuva da madrugada por causa do transbordamento do Rio Tamanduateí. A região ficou em alerta por mais de três horas. A chuva que caiu na cidade foi equivalente ao esperado para cinco dias do mês de dezembro.

Outras duas regiões da cidade também ficaram em alerta durante a madrugada – Campo Limpo, com o transbordamento do Córrego do Morro do S, e Ipiranga, com o transbordamento do Rio Ipiranga. Elas deixaram o estado de alerta às 4h.

Na Zona Sul da cidade, muitos motoristas foram pegos de surpresa. A Avenida Roque Petroni Júnior ficou alagada, e carros pararam no meio da enchente. Três mulheres tentaram passar pela água e ficaram ilhadas – elas só conseguiram sair pela janela. A água também invadiu um posto de combustível próximo.

No cruzamento das avenidas do Estado e das Juntas Provisórias carros ficaram quase cobertos. Caminhões que passavam pelo local quase bateram em um carro que parou no meio da enchente. Sob o viaduto Grande São Paulo, a pista ficou alagada, e na via uma fila de carros se formou. ABC

A chuva deixou toda a cidade de São Paulo em estado de atenção por cerca de três horas. As principais regiões atingidas foram as zonas Sul e Leste, além do ABC. Os córregos Ribeirão dos Meninos, em São Caetano do Sul, e dos Couros, em São Bernardo do Campo, também transbordaram, causando o bloqueio do tráfego no limite entre São Caetano do Sul e a capital paulista.

A cidade de São Caetano do Sul ainda enfrentava alagamentos no início da manhã desta quinta-feira. Com o transbordamento do córrego Ribeirão dos Meninos, ruas da região da Avenida Guido Aliberti estavam alagadas às 7h20. Carros cobertos pela água foram abandonados. No bairro Fundação, moradores começavam a retirar a lama das casas, que também prejudicava o tráfego nas ruas.

Anchieta

Por causa dos alagamentos, a pista central da Via Anchieta no sentido litoral chegou a ser bloqueada entre o km 10 e o 13. A via já estava liberada por volta das 6h20. Às 7h20, a concessionária Ecovias informou que havia lentidão provocada pelo excesso de veículos na chegada a São Paulo, entre o km 10 e o km 13.        

veja também