MENU

Chávez e Morales confirmam participação na posse de Dilma

Chávez e Morales confirmam participação na posse de Dilma

Atualizado: Segunda-feira, 27 Dezembro de 2010 as 9:19

Os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, e da Bolívia, Evo Morales, anunciaram que participarão da cerimônia de posse da presidenta eleita Dilma Rousseff, no próximo sábado (1º) em Brasília. Chávez se referiu a Dilma como “companheira” e afirmou que ela dará continuidade à “dinâmica progressista” iniciada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As informações são da Agência Venezuelana de Notícias (AVN).

"Saudamos a companheira Dilma e o companheiro Lula. A posse dela [Dilma Rousseff] garante a continuidade da dinâmica progressista na América do Sul, na América Latina e no Caribe", disse Chávez, que estava acompanhado pelo presidente da Bolívia, Evo Morales.

Morales que foi à Venezuela para acompanhar a entrega de ajuda humanitárias às vítimas de chuva no país reiterou que estará em Brasília para a cerimônia de posse da presidenta eleita. "Eu li que você [Evo Morales] anunciou que estava indo para Brasília. Nós iremos a Brasília, eu ainda não tinha anunciado. Nós iremos acompanhar [a posse] com o povo do Brasil", disse Chávez.

A cerimônia de posse, no dia 1º, começará às 14h30 com o desfile em carro aberto, caso esteja sol, ou fechado, se chover. Dilma estará ao lado do vice-presidente eleito, Michel Temer. Depois da cerimônia no Palácio do Planalto, Dilma recepcionará chefes de Estado, ministros e outras autoridades em um coquetel no Itamaraty.

A cerimônia deve acabar por volta das 21h. O chefe do cerimonial do Itamaraty, embaixador George Monteiro Prata, afirmou que 30 autoridades internacionais, das quais 12 chefes de Estado confirmaram presença na cerimônia. As confirmações são dos chefes de Estado da Bolívia, da Venezuela, da Colômbia, do Peru, do Uruguai, do Paraguai, do Suriname e do Chile.

A delegação da Argentina ainda não confirmou. Também devem vir o primeiro-ministro da Coreia do Sul, Chung Un-chan, o príncipe das Astúrias (Espanha) Felipe e a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton.

De acordo com os organizadores, cerca de 1,3 mil homens das Forças Armadas estarão envolvidos no esquema de segurança de todo o evento. O coronel do Comando do Planalto, Carlos José Penteado, afirmou que militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica participarão das atividades. Há seis meses são feitos treinamentos para a cerimônia de posse.

veja também