MENU

Chega a 22 número de presos em operação contra o tráfico no Rio

Chega a 22 número de presos em operação contra o tráfico no Rio

Atualizado: Terça-feira, 1 Fevereiro de 2011 as 1:11

Chega a 22 o número de mandados de prisão cumpridos numa operação iniciada na manhã desta terça-feira (1º) contra o tráfico de drogas e armas em favelas de Madureira, no subúrbio do Rio. De acordo com a polícia, 16 pessoas foram detidas nesta manhã e outras 6 já estão presas. Ao todo, a polícia tenta cumprir 51 mandados de prisão e um de busca e apreensão contra um menor. A operação foi denominada "Golpe de Mestre".

A ação conta com cerca de 200 homens e é comandada pela 21ª DP (Bonsucesso). Segundo o delegado André Pieroni, a operação é resultado de uma investigação que vem sendo realizada desde outubro de 2010, quando traficantes do Cajueiro tentaram invadir o Morro da Serrinha, em Madureira.

"Desde então, estamos investigando essa quadrilha. Como o Cajueiro era uma espécie de entreposto de venda de drogas do Alemão, e recebia apoio e armas do Alemão para invadir a Serrinha, também temos mandados de prisão contra traficantes de lá e da Vila Cruzeiro (na Penha)", disse o delegado, que afirmou que a operação continuará até o fim do dia.

Senhor das armas

Um dos presos nesta manhã é suspeito de ser o fornecedor de armas do traficante Polegar, que comanda o tráfico de drogas e armas no Morro da Mangueira, na Zona Norte da cidade. De acordo com o delegado assistente da 21ª DP, Luiz Henrique Ferreira Guimarães, o suspeito foi preso em casa, em Piratininga, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A casa, contou o delegado, fica a cerca de 100 metros da praia e foi avaliada em R$ 400 mil.

Ainda segundo a polícia, o suspeito é padrinho de uma das filhas de Polegar. Ele confirmou que conhece o traficante, mas negou que tenha contato com ele. Os agentes não encontraram armas em sua casa, mas apreenderam fotos de armamentos, além de cartas de presidiários e extratos bancários com depósitos feitos em sua conta de R$ 28 mil e R$ 38 mil. O suspeito ainda possui um carro conversível. Segundo o delegado, o homem está fazendo quimioterapia para tratar de um câncer de próstata e por isso pode ser encaminhado para o hospital da penitenciária. Ao ser apresnetado à imprensa, nesta tarde, ele afirmou que está sendo usado como "bode espiatório".

Os mandados de prisão também incluem fugitivos do Conjunto de Favelas do Alemão ou que teriam ligação com traficantes de lá e que estariam escondidos nas favelas Faz Quem Quer, Morro da Serrinha e Morro do Cajueiro, em Madureira. Os policiais também já apreenderam carros, uma metralhadora, um fuzil e drogas. Os agentes contam com o apoio de um helicóptero. A polícia cumpre também 24 mandados de busca e apreensão.    

veja também