MENU

Chuva alaga ruas e causa transtornos na Grande Vitória e no Sul do ES

Chuva alaga ruas e causa transtornos na Grande Vitória e no Sul do ES

Atualizado: Quarta-feira, 29 Dezembro de 2010 as 8:29

A forte chuva que caiu na madrugada desta quarta-feira (29) deixou um rastro de destruição e alagamentos nos municípios da Grande Vitória e da região Sul do Estado. Diversas vias ficaram alagadas e causaram transtornos para os moradores.

As cidades mais afetadas na Grande Vitória foram Vela Velha, Vitória e Cariacica. A Defesa Civil Estadual ainda está fazendo um levantamento dos danos causados pela chuva desta madrugada.

A Defesa Civil de Vila Velha disse que não recebeu nenhum chamado durante a noite mas está rodando o município para verificar os pontos críticos do município.

A chuva deve continuar durante esta quarta e pode piorar a situação dos municípios.

Vila Velha

Em Vila Velha, uma das regiões mais afetadas foi a de Cobilândia. Várias ruas ficaram intransitáveis. Diversos valões do municípios transbordaram e pioraram a situação nas vias.

Moradores de Cobilândia, em Vila Velha, reclamam dos constantes alagamentos da região. “Sempre fica alagado quando chove, quando fica alagado nós não conseguimos trabalhar e ficamos isolados, é muita vergonha”, afirmou uma moradora.

O viaduto construído entre a rodovia Darly Santos e a Avenida Carlos Lindemberg, em Vila Velha, que está previsto para inaugurar nesta quarta (29), também ficou alagada com a enxurrada da madrugada.

Cariacica

No município de Cariacica as avenidas Brasil, México, América e Canadá, no bairro Jardim América, ficaram alagadas. Os moradores tiveram que andar no meio da água para sair de casa, muitas residências foram invadidas pelas águas da enxurrada.

O terminal de Itacibá está fechado por conta do alagamento na rodovia José Sette. Os ônibus e a população não conseguem circular pelo local.

Vitória

Na capital, o aterro da Condusa, próximo ao viaduto da rodoviária, na Ilha do Príncipe, ficou alagado e os carros não conseguiam passar pelo local. Outro ponto atingido pelas chuvas em Vitória foi a beira mar no sentido Centro, a água subiu mais de meio metro no local.

Na Beira Mar muitos carros ficaram danificados no acostamento e na calçada, os carros não conseguiam passar pelo local.

Região Sul

Na região Sul do Estado os municípios Mimoso do Sul, Itarana, Itaguaçu, Muqui, Santa Maria de Jetibá e Laranja da Terra foram afetados pela chuva do fim de semana. Muitos bairros ficaram alagados. Os municípios de Muqui e Itarana decretaram estado de emergência e solicitaram ajuda aos governos estadual e federal.

Mais de cem famílias de Bom Jesus do Norte estão em abrigos e a defesa civil decretou situação de emergência. O bairro Silvania, que fica às margens do rio Itabapoana foi inundado, o rio que corta toda a cidade subiu 3 metros acima do nível normal.

Em Apiacá, várias famílias também estão desalojadas, a prefeitura está levando os desabrigados para prédios do município.

Em Cachoeiro de Itapemirim, o rio Itapemirim subiu mais de 2 metros e meio acima do nível normal. Castelo e Muqui foram inundados novamente pelas chuvas, o corpo de bombeiros foi acionado, mas não houve vítimas.

Em Guaçuí, cerca de 90 famílias tiveram que ser retiradas de suas residências, pois o rio da cidade está subindo rapidamente. Na cidade de Mimoso do Sul o bairro funil é o mais afetado, a cidade pode decretar situação de emergência.

Segundo o Incaper estão previstas mais para os próximos dias na região do Caparaó.

Queda de barreira

Na BR 101 houve uma queda de barreira em três pontos da rodovia, na região de Atílio Vivácqua, no Sul do Estado, a via está parcialmente interditada para quem segue no sentido Rio de Janeiro. No Norte do Estado, no contorno de Colatina, há muita lama na pista.

veja também