MENU

Chuva aumenta e toda a capital paulista está em estado de atenção

Chuva aumenta e toda a capital paulista está em estado de atenção

Atualizado: Quarta-feira, 2 Fevereiro de 2011 as 4:33

A chuva aumentou na tarde desta quarta-feira (2) e o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, colocou a região Norte e o Centro da capital paulista em atenção às 15h40. Com isso, toda a cidade está em atenção, pois a chuva já atingia as regiões Leste, Sudeste, Oeste, Sul e as marginais Tietê e Pinheiros. 

Por volta das 16h, chovia forte entre Perus, Santana, Vila Maria, Vila Guilherme, Jaçanã e Tremembé, na Zona Norte, Vila Prudente e São Mateus, na Zona Leste, e em Engenheiro Marsilac, na Zona Sul. No início da tarde, o Aeroporto de Congonhas, também na Zona Sul, registrou rajadas de vento de 45 km/h. O aeroporto fechou das 12h47 até as 13h33.

A chuva forte atingiu a região metropolitana de São Paulo nesta tarde. De acordo com o CGE,  choveu muito em São Bernardo do Campo, Guarulhos, Mauá e no limite de Santo André com Ribeirão Pires. Segundo o CGE, houve transbordamento dos córregos Saracantan, em São Bernardo do Campo, e Ribeirão dos Meninos, em Santo André. O Córrego Guarará, próximo a São Caetano do Sul, também transbordou. Na região, carros e ônibus ficaram no meio do alagamento.   Às 14h30, havia pontos de alagamentos na Avenida Maria Servidei Demarchi, Avenida Marechal Deodoro com Avenida Prestes Maia, Avenida Faria Lima nos dois sentidos perto do Paço Municipal e na Praça Samuel Sabatini perto do Parque da Juventude sentido Santo André, segundo a Prefeitura de São Bernardo do Campo. Segundo a Defesa Civil, houve inundações e queda de muro nas regiões do Jardim Ipê, Detroit e Divinéia e desabamento de muro no Ferrazópolis, sem registro de vítimas.

Segundo a Defesa Civil de Santo André, foram registrados pontos de alagamento na regiões da Vila América e do Jardim Bom Pastor. Não havia informação de vítimas. Equipes foram deslocadas para as ruas para atender às solicitações de vistorias. A avenida dos Estados teve de ser fechada preventivamente por uma hora, das 14h30 às 15h30. Apesar da liberação, havia quase 5 km de congestionamento na região.

Em São Caetano do Sul, até as 15h haviam sido registrados três pontos de alagamento. A Avenida Guido Aliberti tinha quase toda a sua extensão atingida.

Pessoas ilhadas foram socorridas de bote pelo Corpo de Bombeiros. Elas foram levadas a locais seguros nas cidades de Santo André e Diadema.

Trens

A chuva também causou transtornos na Linha10 - Turquesa (Luz-Rio Grande da Serra), que liga o Centro de São Paulo às cidades do ABC. Os trilhos ficaram debaixo d’ água. Um ponto de alagamento se formou perto da Estação Capuava. Às 15h, a circulação dos trens era realizada entre as estações Luz e Santo André e da estação Rio Grande da Serra até a Capuava. Para atender o trajeto entre as estações Santo André e Capuava, foi acionado o sistema PAESE (operação com ônibus gratuito). Os passageiros eram orientados pelo sistema de som das estações e dos trens.

Energia elétrica

Segundo a assessoria de imprensa da Eletropaulo, havia falta de luz na Avenida Ibirapuera, entre as avenidas Cotovia e Lavandisca. O fornecimento foi cortado após a queda de um galho de árvore. Funcionários foram enviados ao local para restabelecer a energia elétrica.    

veja também