MENU

Chuva na Vila Prudente foi mais que a metade do previsto para dezembro

Chuva na Vila Prudente foi mais que a metade do previsto para dezembro

Atualizado: Terça-feira, 14 Dezembro de 2010 as 8:42

O volume de chuva registrado na Vila Prudente, Zona Leste de São Paulo, nesta segunda-feira (13) foi mais do que a metade do previsto para todo o mês de dezembro na cidade, segundo informações do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da capital paulista.

De acordo com o CGE, a média do mês de dezembro em São Paulo é de 201 mm. Nesta segunda, o bairro da Zona Leste teve 114 mm de chuva. Na região, a média registrada nos últimos oito anos para o mês é de 148,6 mm. Em toda a cidade, o volume de chuva foi de 65 mm.

O temporal, que durou cerca de quatro horas, provocou quase 70 pontos de alagamento na cidade, fechou dois túneis, causou queda de árvores, falta de energia e lentidão nas vias da capital paulista. A Defesa Civil atendeu 38 chamados.   O CGE decretou estado de alerta às 18h15 na região da Subprefeitura de Vila Prudente por causa do transbordamento dos córregos da Mooca e Oratório. Toda a cidade estava em estado de atenção desde as 16h. O aeroporto de Congonhas ficou fechado das 17h15 até as 17h46.

A chuva forte atingiu também os municípios de Santana de Paranaíba, Barueri, Osasco, Itapevi, Jandira, Carapicuíba e Cotia, na Grande São Paulo. Os bombeiros de Barueri registraram duas ocorrências de vítimas ilhadas em Jandira e uma queda de muro em Carapicuíba. As ruas do Jardim Rochedale, em Osasco, ficaram tomadas pela água.

Previsão de mais chuva

Áreas de instabilidade associadas a uma frente fria no oceano se deslocaram da região de Sorocaba e atingiram a capital paulista, causando o temporal. A semana deve continuar com chuva, mas sem tanta intensidade.

“A semana toda vai ser muito instável, com frente fria, área de instabilidade. Tempo mais fechado, com chuvas ao longo do dia, mas sem os transtornos que foram observados ontem”, explicou o técnico em meteorologia do CGE Adilson Nazário.    

veja também