MENU

Cinzas de vulcão afetam saída de voos de aeroportos no Brasil

Cinzas de vulcão afetam saída de voos de aeroportos no Brasil

Atualizado: Terça-feira, 14 Junho de 2011 as 8:05

A Infraero informou em boletim divulgado às 7h desta terça-feira (14) que 30 voos foram cancelados nos aeroportos brasileiros. Dentre os 24 voos internacionais previstos até o horário, cinco foram cancelados. O Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), é o que apresenta o maior número de voos internacionais com destino ao Cone Sul cancelados: foram 4 até o horário. Uma partida da companhia Pluna para Montevidéu, no Uruguai, prevista para sair nesta madrugada  também foi cancelada.

O aeroporto de Salvador, com seis partidas, tinha o maior número de voos cancelados dentre os voos domésticos.  Em São Paulo e no Rio de Janeiro, partidas com destino a Buenos Aires, na Argentina, e Montevidéu, no Uruguai, sofreram influência das cinzas do vulcão chileno Puyehue. No Rio, dois voos da Aerolíneas para Buenos Aires previstos para sair nesta manhã foram cancelados.

Na noite de segunda-feira, a TAM informou que as operações nos aeroportos de Buenos Aires (Argentina) e de Montevidéu (Uruguai) estavam suspensas e os voos que decolariam desses países nesta manhã de terça-feira (14) haviam sido cancelados.

Segundo relatório da Força Aérea Brasileira (FAB) a nuvem de cinza vulcânica havia chegado no final da tarde de  terça a Bagé, Pelotas e parte da Lagoa dos Patos, no Rio Grande do Sul. A FAB confirmou nesta manhã de quarta que, "caso as condições atmosféricas não se modifiquem, a nuvem não deve avançar mais sobre o espaço aéreo brasileiro, com tendência a se dispersar.",

Vulcão cancela voos

As companhias aéreas Aerolíneas Argentinas, Lan e Austral tiveram que cancelar a retomada de seus voos com origem e destino a Buenos Aires devido às cinzas do vulcão chileno Puyehue. A nuvem, resultado da erupção do vulcão há nove dias, ainda atrapalha a navegação aérea na região da Grande Buenos Aires.

A previsão é que os aeroportos de Ezeiza (periferia sul) e Aeroparque da Cidade de Buenos Aires, na capital argentina, permaneçam fechados até esta terça-feira (14). Mais cedo, a Associação Nacional de Aviação Civil (Anac) argentina chegou a reprogramar para a noite desta segunda-feira (13), às 21h, os voos que tinham sido cancelados.

Os voos comerciais nos aeroportos Jorge Newbery e Ezeiza (internacional) tinham sido suspensos na noite de domingo pela terceira vez em uma semana devido à nuvem de cinzas procedente do vulcão chileno Puyehue.            

veja também