MENU

Ciro tira licença na Câmara após PSB desistir de pré-candidatura à Presidência

Ciro tira licença na Câmara após PSB desistir de pré-candidatura à Presidência

Atualizado: Sexta-feira, 30 Abril de 2010 as 8:58

Depois de ver sua candidatura à Presidência sepultado pelo seu próprio partido, o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) pediu nesta quinta-feira licença da Câmara. Ele ficará fora por 30 dias, a contar de hoje, alegando motivos pessoais.

Durante esse período, ele não será remunerado. Seu suplente, o deputado Pastor Pedro Ribeiro (PR-CE), também não será convocado. Isso só aconteceria após 120 dias de licença.

Ciro Gomes já não aparece na Câmara há quase um mês. Ele não participou de nenhuma sessão da Câmara em abril. Para este período, no entanto, ele ainda deve apresentar justificativa para não ter seu salário descontado.

A assessoria de imprensa do parlamentar não informou o que ele pretende fazer durante sua ausência da Câmara.

A licença já era esperada pelos integrantes do PSB. A expectativa é que após esse tempo de reclusão ele se empenhe nas campanhas estaduais do partido no Estado. Há expectativa também se ele entrará na campanha presidencial, subindo no palanque da ministra Dilma Rousseff (PT).

Por: Maria Clara Cabral

veja também