MENU

Clima em Paraty esquenta para nona edição da Flip

Clima em Paraty esquenta para nona edição da Flip

Atualizado: Quarta-feira, 6 Julho de 2011 as 12:17

Já é bom o movimento nas ruas históricas de Paraty, cidade localizada na Região Sul Fluminense, a nona edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). O evento, que terá Oswald de Andrade como homenageado deste ano, começa na noite desta quarta (6) com uma mesa Devoração e Mobilidade, com debate entre o escritor José Miguel Wisnik e o autor Antonio Candido.

A programação oficial já começou com a Flipinha, voltada ao público infanto-juvenil. A tenda do espaço conta com a participação de pais, crianças e professores em atividades que agregam leitura, música e brincadeiras.

"Já é a terceira vez que venho à Flip, mas com as minhas netas é a primeira. É tão difícil fazer um programa em que a gente consiga se divertir junto. Aqui na Flip isso é possível", disse a aposentada Maíra Dias da Silva, de 69 anos, ao lado das pequenas Julia e Sofia

As garotada conta ainda com uma biblioteca dedicada exclusivamente aos leitores-mirins, onde as crianças têm acesso a um acervo que inclui obras de importantes autores infantis, além de ter  oportunidade de conversar com alguns escritores, como Fernando Vilela, Mariana Massarani e Ciça Fittipaldi.

"A iniciativa é muito bacana. Primeiro por que a gente consegue participardo evento sem excluir as crianças. Depois, elas acabam aprendendo um pouco com o que veem e ouvem da boc dos próprios autores", disse o engenheiro Paulo Soares Manso, pai de Gabriel, de 7 anos.

Para os adultos, a temperatura só esquenta mesmo à noite. Além da mesa inaugural, um show vai desdobrar as homenagens ao antropofágico Oswald. Elza Soares vai cantar, ao lado de José Miiguel Wisnick e Celso Sim, composiões feitas a partir de "Mistérios gozosos", montagem de "O santeiro do mangue" (de Oswald) por José Celso Martinez Corrêa.

veja também