MENU

CNPq aprova projeto de extensão inovadora de professor da UNIR

CNPq aprova projeto de extensão inovadora de professor da UNIR

Atualizado: Terça-feira, 21 Dezembro de 2010 as 4:32

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) aprovou o projeto de extensão “Universidade - Casa Brasil de Porto Velho”, do professor Ricardo Gilson da Costa Silva, do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Rondônia (UNIR).   A proposta foi aprovada no âmbito do Edital MCT/CNPq Nº 49/2010 - REID/Casa Brasil, destinado a apoiar projetos de extensão inovadora que tenham como suporte as redes informacionais e as tecnologias de informação e comunicação, de forma a contribuir para a inclusão digital e social e para o desenvolvimento sustentável local, por meio da disseminação e transferência de tecnologia em contextos comunitários.   O projeto funcionará na Casa Brasil, que está localizada na Zona Leste de Porto Velho, a mais populosa da capital, onde se destacam os Bairros Tancredo Neves e Juscelino Kubitschek, ambos com 19.331 habitantes. “Neste universo, os jovens de 10 a 19 anos correspondem a 5.058, sendo o maior estrato populacional, e muitos deles ainda não tiveram acesso ao trabalho e a formação complementar inerente as novas tecnologias de comunicação e informação”, explica o professor Ricardo Gilson.   Segundo o professor, o projeto busca criar condições para universalização do acesso aos meios, ferramentas, conteúdo e saberes da Sociedade do Conhecimento através das tecnologias da informação e comunicação. “Queremos contribuir para a redução da desigualdade social, viabilizando a apropriação autônoma e livre das novas tecnologias, estimulando o desenvolvimento da cidadania ativa, fortalecendo as ações das organizações da sociedade civil e a participação popular”, finaliza Ricardo.   A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Socioeconômico e Turismo, será parceira no projeto, disponibilizando o espaço físico que abriga o Projeto Casa Brasil desde 2007.   Ricardo é mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela UNIR e doutorando em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (USP).    

veja também