MENU

Coletores de lixo de Curitiba estão em greve por tempo indeterminado

Coletores de lixo de Curitiba estão em greve por tempo indeterminado

Atualizado: Sexta-feira, 11 Março de 2011 as 3:49

Os 2.200 trabalhadores da empresa Cavo, contratada pela Prefeitura de Curitiba para fazer a coleta de lixo na cidade, decidiram pela greve geral e por tempo indeterminado, em assembleia na manhã desta sexta-feira (11). No fim da tarde desta quinta-feira (10), o Sindicato dos dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação do Estado do Paraná (Siemaco) confirmou que 800 funcionários estavam parados.

Os coletores de lixo querem 20% de aumento no salário, mais 50% no valor dos vales refeição e alimentação e redução de jornada de trabalho. 

Em vários bairros da capital paranaense já sacos de lixos acumulados em frente a residências e pontos comerciais. Desde a noite desta quinta (10), nenhum caminhão, que faz a coleta de lixo nos bairros, saiu do pátio da empresa.

"A gente pede, até desculpas para a população, e que não coloquem lixo para fora (...) até que a empresa dê uma posiçõa para os trabalhadores, dê o reajuste. Então a grevé por tempo indeterminado", disse o presidente do Siemaco, Manassés de Oliveira. 

Os serviços de coleta de lixo hospitar e os serviços de limpeza das ruas serão mantidos, enquanto não é feita a negociação do sindicato coma empresa. 

A Prefeitura de Curitiba informou que a empresa Cavo foi notificada para que regularizasse imediatamente a coleta domiciliar de lixo e justificasse a interrupção parcial do serviço. A empresa tem 48 horas para prestar esclarecimentos, sob pena de receber multa diária de R$ 15 mil, já que a interrupção do recolhimento de lixo significa descumprimento de contrato entre a empresa e a prefeitura.      

veja também