MENU

Com clima nostálgico e tecnologia 3D, "Tron: O Legado" recria cenas de ação do filme original

Com clima nostálgico e tecnologia 3D, "Tron: O Legado" recria cenas de ação do filme original

Atualizado: Sexta-feira, 10 Dezembro de 2010 as 11:18

Quando os computadores e os videogames começaram a se popularizar, no começo dos anos 1980, poucas pessoas imaginavam a dimensão que teriam no dia-a-dia da humanidade. Neste contexto foi lançado "Tron: Uma Odisséia Eletrônica" (1982), filme capaz de despertar a imaginação das pessoas com efeitos especiais inovadores (para a época) e uma dose de crítica social embutida na luta do programador Kevin Flynn (Jeff Bridges) contra um sistema opressor - tudo isso dentro de um sistema de computação. "Tron: O Legado" (2010) traz Bridges de volta ao papel do programador Flynn, agora um recluso gênio da informática e criador de games de sucesso mundial, como o próprio Tron, por exemplo. Mas o personagem principal é Sam Flynn (Garrett Hedlund), filho do programador, que descobre no antigo fliperama do pai a passagem para o mundo cibernético. Além, claro, do início de uma boa aventura.

Assim como no mundo real, o tempo passou e as coisas mudaram na realidade virtual de "Tron". A Grade, sistema criado por Flynn e pelos programas Tron e Clu no filme original, foi dominada por um governo tirano e qualquer programa rebelde é caçado e enviado para morrer nos Jogos.

veja também