MENU

Com cruzes, moradores da Região Serrana protestam na Zona Sul do Rio

Com cruzes, moradores da Região Serrana protestam na Zona Sul do Rio

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 8:46

Um protesto na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na madrugada desta quinta-feira (12), lembrou a tragédia das chuvas na Região Serrana. Moradores de Teresópolis dizem que nesses quatro meses pouco foi feito para ajudar as vítimas a reconstruir a cidade e fincaram duas mil cruzes na areia para lembrar os mortos na enxurrada.

No dia 12 de janeiro um temporal que caiu na Região Serrana causou destruição e centenas de mortes em sete municípios. Alguns dos mais atingidos foram Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis.

Na Praia de Copacabana, 22 moradores de Teresópolis fincaram na areia a homenagem aos mortos no bairro de Campo Grande. As duas mil cruzes mostram que os manifestantes contestam os números oficiais. As autoridades dizem que, em toda a Região Serrana, pouco mais de 900 pessoas morreram e que os desaparecidos seriam quase 300.

Os moradores também pedem mais agilidade no processo de reconstrução das áreas atingidas. Em quatro meses, em muitos lugares, quase nada mudou . Os cenários de devastação permanecem. Os moradores contam que muitas famílias que perderam a casa continuam sem ter onde dormir.        

veja também