MENU

Com operação padrão, atrasos atingem apenas 7,9% dos voos

Com operação padrão, atrasos atingem apenas 7,9% dos voos

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 4:26

Os índices de atrasos e cancelamentos de voos nos principais aeorportos do país permanece baixo, apesar da operação padrão anunciada pelos funcionários das empresas aéreas.

Segundo balanço da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), dos 1.221 voos domésticos programados até as 13h desta quinta-feira (2), 96 atrasaram mais de meia hora (7,9% do total) e 53 foram cancelados (4,3%). Entre os 86 voos internacionais previstos no mesmo período, dez atrasaram (11,6%) e seis cancelaram (7%).

O presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac) e do Sindicato dos Aeroviários do Rio Grande do Sul, Celso Klafke, disse que os funcionários de companhias aéreas começariam uma “operação de não-colaboração” a partir da meia-noite desta quarta (1º) em todos os terminais do país.

A previsão é que o protesto dure até a próxima quarta-feira, 8 de dezembro. Nesse período, pode haver atrasos nos voos e nos procedimentos realizados nos terminais. “As empresas exigem muito dos trabalhadores e eles acabam burlando algumas regras. Agora, nós vamos seguir rigorosamente os manuais. Se não tem funcionário suficiente, não vamos fazer o serviço, ninguém vai se sobrecarregar. Os trabalhadores sofrem uma pressão enorme, são cada vez mais exigidos e não recebem para isso”, afirmou.

Até o início da tarde, não havia um porcentual de adesão à manifestação.

De acordo com Klafke,  a operação consiste em não acumular funções, não fazer horas extras e trabalhar dentro do estabelecido nas normas, como manter a velocidade das esteiras de bagagem em 20 km/h.

O presidente da federação dos empregados diz que as empresas querem mudar a data-base da categoria de 1º de dezembro para o dia 1º de abril e pagar o reajuste de acordo com a inflação. Os trabalhadores querem a contratação de mais pessoal, reajuste de 15% nos salários, cesta básica e vale refeição.    

veja também