MENU

Com poluição e tempo seco em SP, motoristas reclamam de carros sujos

Com poluição e tempo seco em SP, motoristas reclamam de carros sujos

Atualizado: Quarta-feira, 7 Julho de 2010 as 11:21

Com a qualidade do ar prejudicada pela falta de chuva dos últimos dias, quem também sofre são os motoristas de São Paulo. Não chove na Grande São Paulo há 14 dias e os carros ficam completamente empoeirados devido à poulição. Yamada Kenji, proprietário de um lava-rápido na região da Avenida Engenheiro Luís  Carlos Berrini, na Zona Sul, disse que o movimento cresceu nos últimos dias. “Aumentou o número de lavagens, principalmente de carros escuros. Acredito que seja consequência da falta de chuva.”

Das 20 estações de monitoramento da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), 18 apresentavam situação regular às 10h30 desta quarta-feira (7). Com o índice nesse nível, crianças, idosos e pessoas com doenças respiratórias e cardíacas podem apresentar sintomas como tosse seca e cansaço.

No carro do motorista Jessé Ribeiro, 31 anos, a poeira também incomoda. “Percebi sujeira até dentro do veículo. Tenho que limpar toda semana, mas não levo em lava-rápido para não ficar caro. Passo um pano úmido em casa mesmo porque assim dá para economizar”, disse. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), as temperaturas durante toda a semana devem ficar entre 13ºC e 25ºC. Somente no sábado (10), o tempo deve mudar e ficar parcialmente encoberto. Há possibilidade de chuva leve e rápido. Por volta das 10h30 desta quarta, a umidade relativa do ar era de 60%, mas pode chegar a 30% até o fim da tarde.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera estado de atenção quando o índice de umidade relativa do ar fica abaixo dos 30%. Abaixo dos 20% é considerado estado de alerta, e abaixo dos 12%, estado de emergência.

veja também