MENU

Com reajuste, governo estima que INSS gastará mais R$ 30 bi em 5 anos

Com reajuste, governo estima que INSS gastará mais R$ 30 bi em 5 anos

Atualizado: Quinta-feira, 20 Maio de 2010 as 8:55

O governo federal estima que a Previdência consumirá mais R$ 30 bilhões, no período de cinco anos, caso seja transformado em lei o projeto que aumenta em 7,7% as aposentadorias acima de um salário mínimo, aprovado nesta quarta-feira (19) pelo Senado. O texto será analisado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pode vetar o aumento.

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, havia afirmado no começo do mês, após a Câmara aprovar o mesmo reajuste, que sugeriria ao presidente o veto da proposta. Ele disse que o aumento de 6,14%, combinado com as centrais sindicais anteriormente, já representaria um gasto adicional de R$ 19 bilhões no período de cinco anos.

''Temos a obrigação de dar para os aposentados o reajuste igual ao da inflação. Com o reajuste de 6,14%, nós iríamos acrescentar nos próximos cinco anos, R$ 19 bilhões na conta do INSS. Com esse índice que foi aprovado, significa R$ 30 bilhões a mais na conta do INSS só com o índice do reajuste. No caso do fator previdenciário, duvido que alguém tenha condição, pelo menos a curto prazo, de fazer a conta de qual é o impacto'', disse o ministro no começo deste mês.

veja também