Começa a valer redução de velocidade máxima em parte do corredor Norte-Sul

Começa a valer redução de velocidade máxima em parte do corredor Norte-Sul

Atualizado: Segunda-feira, 18 Abril de 2011 as 8:35

A partir desta segunda-feira (18), a velocidade máxima permitida nas avenidas Luiz Dumont Villares, General Ataliba Leonel, General Pedro Leon Schneider, Santos Dumont, Tiradentes, Prestes Maia e no túnel Anhangabaú - que compõem o eixo norte do corredor Norte-Sul - será de 60 km/h. Até o domingo (17), a velocidade máxima no trecho era de 70 km/h.

  A mudança foi divulgada na segunda-feira (11) pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Segundo a companhia, o objetivo da medida é aumentar a segurança dos motoristas que trafegam pelos 9,2 km dessas vias. A estimativa é de que, com a velocidade indo para 60 km/h, haja uma redução de 20% no risco de acidentes.

Ainda de acordo com a CET, a partir desta segunda, os radares vão multar quem ultrapassar o novo limite de velocidade. Mais de cem placas de regulamentação e advertência e 20 faixas informativas estão sendo espalhadas pelas vias para alertar os motoristas.

Outras vias  

Desde 2010, as velocidades em alguns trechos de São Paulo estão sendo reduzidas. Em fevereiro, passou a valer a velocidade de 60 km/h nas avenidas 23 de Maio e Rubem Berta, onde antes os motoristas podiam andar até 70 km/h. 

Ainda em 2010, também passou a valer a restrição de velocidade para veículos pesados como caminhões e ônibus na pista expressa  da marginal Tietê . Antes, os veículos podiam circular em até 90 km/h, mas atualmente até 70 km/h. 

Em agosto do mesmo ano, a CET reduziu a velocidade na avenida Indianópolis , na zona sul de São Paulo. Hoje, os carros não podem passar de 60 km/h.

No dia 1º de abril deste ano, a redução na velocidade, para 60 km/h, passou a valer na ligação Leste-Oeste , que compõe a avenida Francisco Matarazzo, o elevado Costa e Silva (o Minhocão), o viaduto Radial Leste, a avenida Alcântara Machado, a rua Melo Freire, a avenida Conde de Frontin, a avenida Antônio Estevão de Carvalho, a rua Dr. Luiz Ayres e a avenida José Pinheiro Borges (nova radial). 

  Multas

A multa para quem não cumprir a lei pode variar de R$ 85,13 a R$ 574,62. Quem ultrapassa em 20% a velocidade máxima permitida é punido com quatro pontos na carteira e deve pagar R$ 85,13. Entre 20% e 50%, a multa é de R$ 127,69 mais cinco pontos. Já o motorista que excede a velocidade em mais de 50% deve pagar R$ 574,62 e recebe sete pontos na habilitação.

Mais mudanças

A CET informou ainda que, em maio, irá uniformizar a velocidade também no trecho sul do corredor Norte-Sul, que abrange as avenidas Washington Luís, Interlagos, Senador Teotônio Vilela; e também no eixo Cruzeiro do Sul - que ebola a avenida do Estado e avenida Abraão de Morais; a contra rótula - composta pela avenida Duque de Caxias e a rua Mauá; e o eixo Braz Leme - composto pelas avenidas Pacaembu e Rio Branco.      

veja também