Comissão se reúne para discutir toque de acolher em Itajaí (SC)

Comissão se reúne para discutir toque de acolher em Itajaí (SC)

Atualizado: Terça-feira, 29 Setembro de 2009 as 12

O Fórum de Itajaí será palco nesta terça-feira, dia 29 de setembro, da segunda reunião da Comissão que discute a implantação do Programa Toque de Acolher e Encaminhar em Itajaí. A recém criada comissão, composta por representantes do Legislativo, Executivo, Judiciário, Polícias e Conselho Tutelar, se reúne às 9hs.

A Câmara Municipal está representada pelos Vereadores Susi Bellini (PP) - Presidente da Comissão Permanente dos Direitos da Criança e do Adolescente; e Laudelino Lamim (PMDB) - autor do projeto. A comissão pretende debater estratégias para combater a violência infanto-juvenil e avaliar se o toque de acolher é viável para a cidade. "Queremos debater meios que previnam a violência de menores e também intensificar a fiscalização, coibindo a entrada de adolescentes em bares e boates" explica Lamim.

O Projeto foi elaborado de acordo com os programas de governo de Convivência Familiar e Comunitária, que estabelecem situações de risco vividas por crianças e adolescentes, destacando a negligência, o abandono e a violência doméstica. O documento trata da permanência de crianças e adolescentes em vias públicas, eventos, bares, boates e em locais que comercializam ou distribuem substâncias que causem dependência. "O município de Camboriú já colocou em prática o Toque de Acolher e segundo a prefeita Luzia está funcionando. Temos que avaliar a situação de Itajaí, buscar parceiros e discutir a idéia exaustivamente" diz Susi Bellini.

Mapear a área de atuação, elaborar cronograma, definir locais estratégicos, equipe de campo, de triagem, casos reincidentes e grupos de trabalho serão temas debatidos nos encontros, caso o grupo decida que é viável a implantação em Itajaí.

veja também