MENU

Condomínio na Barra é multado em R$ 50 mil após lançar esgoto em lagoa

Condomínio na Barra é multado em R$ 50 mil após lançar esgoto em lagoa

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 1:07

Um condomínio residencial na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, recebeu a multa máxima de R$ 50 mil, aplicada pela Secretaria estadual de Ambiente, na manhã desta quinta-feira (14). De acordo com José Maurício Padrone, da Coordenadoria Integrada de Combate a Crimes Ambientais (Cicca), técnicos comprovaram que o condomínio despeja irregularmente esgoto na Lagoa de Marapendi, através da galeria de águas pluviais.

Segundo Padrone, foi colhida uma amostra do esgoto despejado pelo condomínio para análise no Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Se o laudo que fica pronto em cinco dias mostrar que o índice de poluentes jogados na lagoa está acima do padrão, o condomínio receberá outra multa de R$ 50 mil por poluição de corpo hídrico.

“Todos os condomínios que estamos fiscalizando já foram notificados no ano passado pela Cedae por não ter ligação com a rede coletora de esgoto. Mas como a Cedae não tem poder de polícia para punir esses crimes, os condomínios nada faziam. Agora, com a fiscalização e com as multas eles estão se conectando à rede da Cedae”, disse Padrone.

No início da tarde, os técnicos foram checar a situação de um condomínio que tem cem salas comerciais na Freguesia, em Jacarepaguá, também na Zona Oeste. De acordo com Padrone, o conjunto comercial não está conectado à rede da Cedae. Há a suspeita de que o esgoto esteja sendo despejado irregularmente num córrego que passa perto do condomínio.

“Só temos condições de vistoriar dois condomínios por vez, já que a operação para descobrir as ligações clandestinas implica, muitas vezes, em ter de quebrar o asfalto para descobrir de onde vem o esgoto despejado irregularmente. Por tudo isso, decidimos nessas operações aplicar a multa máxima, que é de R$ 50 mil”, explicou Padrone.

Esta é a terceira operação realizada pela Secretaria estadual do Ambiente junto com a Cedae. Dos quatro condomínios já vistoriados, um foi multado em R$ 50 mil e já providenciou a ligação com a rede da Cedae.      

veja também