MENU

Condomínios de SP adotam novas medidas de segurança contra assaltos

Condomínios de SP adotam novas medidas de segurança contra assaltos

Atualizado: Terça-feira, 12 Janeiro de 2010 as 12

O mercado de segurança para imóveis particulares está mudando. Condomínios particulares, prédios e casas passaram a usar equipamentos de vigilância que antes eram utilizados apenas pelas grandes empresas. Em São Paulo, quase 150 prédios já contam com um dispositivo no qual os moradores avisam, de dentro do carro, que estão chegando em casa.

A segurança começa na rua: o morador aciona um aparelhinho ainda dentro do carro para avisar que está chegando e que está tudo bem. Dentro do condomínio, o computador recebe a informação e libera a entrada. Tudo é acompanhado por câmeras de segurança.

O problema do sistema ainda é o custo. O programa de computador custa R$ 5 mil, e cada aparelhinho mais R$ 1mil. O mercado de segurança eletrônica chega a movimentar R$ 1,5 bilhão por ano.

O mercado de segurança para imóveis particulares está mudando. Condomínios particulares, prédios e casas passaram a usar equipamentos de vigilância que antes eram utilizados apenas pelas grandes empresas. Em São Paulo, quase 150 prédios já contam com um dispositivo no qual os moradores avisam, de dentro do carro, que estão chegando em casa.

A segurança começa na rua: o morador aciona um aparelhinho ainda dentro do carro para avisar que está chegando e que está tudo bem. Dentro do condomínio, o computador recebe a informação e libera a entrada. Tudo é acompanhado por câmeras de segurança.

O problema do sistema ainda é o custo. O programa de computador custa R$ 5 mil, e cada aparelhinho mais R$ 1mil. O mercado de segurança eletrônica chega a movimentar R$ 1,5 bilhão por ano.

veja também