MENU

Confira cinco apostas e cinco curiosidades do É Tudo Verdade

Confira cinco apostas e cinco curiosidades do É Tudo Verdade

Atualizado: Sexta-feira, 9 Abril de 2010 as 12

O Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade começa hoje, dia 9, em São Paulo para o público. A Folha selecionou cinco apostas e cinco curiosidades da programação desta edição. O serviço do filme é da primeira exibição na capital paulista.

Cinco apostas

"Eu, o Vinil e o Resto do Mundo"

Direção: Lila Rodrigues e Karina Ades. Brasil, 2008. O longa faz um retrato dos jovens da periferia de São Paulo que participam do maior campeonato de DJs da América Latina, o Hip Hop DJ. O sonho da música irmana moradores de todos os cantos da megalópole. Para os fãs de música.

Onde: Espaço Unibanco de Cinema

Quando: dia 14, às 21h

"Adeus"

Direção: Ditteke Mensink. Holanda, 2009. Apresenta a história da primeira mulher a cruzar o mundo por via aérea --a bordo do Graf Zeppelin-- a jornalista inglesa Lady Grace Drummond-Hay, em 1929. O filme se baseia em artigos escritos por ela, na época, para os jornais de William Randolph Hearst, magnata da imprensa.

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil

Quando: dia 11, às 17h

"Inimigos do Povo"

Direção: Rob Lemkin e Thet Sambath. Reino Unido e Camboja, 2009. O filme mostra a história de um dos diretores, Sambath, cujos pais foram mortos durante o regime do Khmer Vermelho, nos anos 70. No longa, o jornalista, que passou dez anos à procura dos culpados pelo crime, confronta algumas dessas pessoas com seu passado, obtendo relatos de horror. Outro ponto do filme é a prisão de um dos maiores líderes do regime, o "Irmão número 2", Nuon Chea.

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil

Quando: amanhã, às 19h

"O Deserto da Arte Proibida"

Direção: Amanda Pope e Tchavdar Georgiev. Uzbequistão, Rússia e Estados Unidos, 2009. Remonta a vida de Igor Savitsky, um jovem que monta um museu no deserto do Uzbequistão, reunindo 40 mil peças de artistas proibidos longe do alcance da KGB. Além de obras da vanguarda russa, ele descobre uma escola de artistas radicados no país, após a Revolução de 1917, que realizaram uma original fusão entre o modernismo europeu e a tradição secular islâmica.

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil

Quando: amanhã, às 19h

"A Escuridão do Dia"

Direção: Jay Rosenblatt. EUA, 2009. Curta explora o tema do suicídio em busca de uma ótica mais abrangente, analisando aspectos tradicionalmente ligados a ele, como depressão e isolamento. Alinha, ao mesmo tempo, relatos de diversos casos, como dos escritores Primo Levi e Ernest Hemingway.

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil

Quando: amanhã, às 15h

Cinco documentários curiosos

"A Travessia do Pato"

Direção: Koldo Almandoz. Espanha, 2009. Curta se enquadra no gênero "mockumentary", nome dado para documentários que não são reais, mas, sim, de "brincadeirinha". O enredo gira em torno do papel central dos patos na história do cinema. Por meio de trechos de filmes como o desenho animado "O Velho Moinho" e o longa "Os Duelistas", de Ridley Scott e entrevistas variadas, o diretor enaltece a participação destas aves como intérpretes e discorre sobre sua contribuição à linguagem cinematográfica.

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil

Quando: amanhã, às 13h

"Mine & Tablou 2"

Direção: Hossein Jehani. Iraque e Austrália, 2009. Curta traz a história do artista iraquiano de origem curda Sarwet Sawz, que por muito tempo teve que desmontar bombas para sobreviver. O tempo que sobrava para a pintura também era dividido com os filhos, que ficavam acordados esperando-o.

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil

Quando: amanhã, às 13h

"A Cidade dos Mortos"

Direção: Sergio Trefaut. Portugal, 2009. Longa conta a história de uma cidade de 1 milhão de habitantes, conhecida como "Cidade dos Mortos", localizada em torno das tumbas do cemitério de Al Arafa, no Cairo (Egito). Numa convivência estreita e inusitada, mercados, casas, padarias, escolhas infantis, oficinas mecânicas e outros estabelecimentos espalharam o burburinho da vida cotidiana entre os túmulos e cortejos fúnebres, que são frequentes por ali.

Onde: Reserva Cultural

Quando: amanhã, às 21h

"Mugabe e o Africano Branco"

Direção: Lucy Bailey e Andrew Thompson. África do Sul, Inglaterra, Zimbábue e Namíbia, 2008. Retrata a ousadia do fazendeiro Mike Campbell que, em meio às eleições presidenciais do Zimbábue, apresenta um processo por racismo contra o presidente Robert Mugabe, que governa com mão de ferro o país. Campbell é um dos poucos proprietários brancos a permanecerem no local, tendo resistido a uma reforma agrária marcada por expropriações e intimidações.

Onde: Reserva Cultural

Quando: dia 13, às 21h

"O Povo Contra George Lucas"

Direção: Alexandre O. Phillipe. EUA, 2009. Longa tenta fazer um balanço do fenômeno de comunicação do cineasta George Lucas, diretor consagrado por "Star Wars" (1977). Alguns, como o colega Francis Ford Coppola, pensam que Lucas pode ter sido engolido por sua própria criatura e deixado, de certa forma, de ser dono de suas obras. O ponto de partida do filme acontece quando milhares de fãs protestam sobre a recriação de sua trilogia espacial, com modificações e efeitos especiais, em 1997.

Onde: Reserva Cultural

Quando: hoje, às 21h

veja também