MENU

Congresso abre semana tentando votar projetos sem causar mal-estar

Congresso abre semana tentando votar projetos sem causar mal-estar

Atualizado: Terça-feira, 9 Março de 2010 as 12

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), reúne nesta terça-feira (9) os líderes partidários para definir uma pauta de votação para os próximos dois meses e tentar diminuir o mal-estar existente na Casa.

Na semana passada, a votação da PEC (Proposta de emenda à Constituição) do piso salarial para policiais civis, militares e integrantes do Corpo de Bombeiros expôs a insatisfação entre Temer e os líderes e revelou o impulso, cada vez mais incontrolável, de deputados para aprovar projetos populares nos meses que antecedem as eleições.

A avaliação corrente na Casa é que dificilmente o plenário derrubará qualquer pacote de bondade que for levado à votação para não provocar desgaste dos parlamentares com os eleitores.

Mas até o final do mês, a pressão deve aumentar. Dos 14 projetos de lei encaminhados à Câmara em agosto no ano passado tratando de planos de carreira e de aumento salarial de diversas categorias, nove ainda não foram votados.

A partir de abril, por causa do ano eleitoral, o governo fica proibido de conceder aumentos diferenciados, por isso a pressa. No entanto, nenhum desses projetos foi incluído na pauta de votação desta semana.

No Senado, a tarefa do governo é aprovar o mais rápido possível os projetos sobre o pré-sal. A Mesa da Casa encaminhou na segunda-feira (8) o projeto que cria um fundo social com recursos que serão arrecadados através da exploração do petróleo na camada pré-sal.

O projeto precisa passar por seis comissões antes de ir a votação no plenário e deve ser votado em toque de caixa pelos senadores, pois é uma das prioridades de Lula. Na Câmara, o projeto já foi aprovado.

veja também