MENU

Conselho da USP quer protocolo para ação da PM no campus

Conselho da USP quer protocolo para ação da PM no campus

Atualizado: Sexta-feira, 20 Maio de 2011 as 1:44

O Conselho Gestor da Universidade de São Paulo (USP) decidiu, em reunião realizada nesta sexta-feira (20), encaminhar à reitoria da universidade um pedido para o desenvolvimento de um protocolo para a ação da Polícia Militar no campus da Zona Oeste da capital paulista. O pedido deve ser encaminhado ainda nesta sexta ao reitor João Grandino Rodas. A medida foi tomada após o assassinato do estudante Felipe Ramos de Paiva, de 24 anos, baleado em um estacionamento da Faculdade de Economia e Administração da (USP), na noite desta quarta (18).   De acordo com José Roberto Cardoso, diretor da Escola Politécnica e presidente do conselho, o desenvolvimento deverá ser feito de maneira imediata para definir os limites para a ação da PM na USP. Atualmente, os policiais apenas fazem algumas blitze esporádicas para tentar conter o roubo de carros e sequestros relâmpagos. “Os limites serão discutidos com a reitoria e com a comunidade o mais rápido possível”, explicou o professor.

Segundo a assessoria de imprensa da USP, o próprio conselho irá coordenar a elaboração do protocolo, que será depois assinado pelo reitor.

veja também