MENU

Coronel que ironizou UPP na Tijuca é transferido pela PM

Coronel que ironizou UPP na Tijuca é transferido pela PM

Atualizado: Sexta-feira, 30 Abril de 2010 as 10:11

Um dia após ter ironizado a facilidade da ocupação do Morro da Formiga, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, o coronel Fernando Príncipe, comandante do 6º BPM (Tijuca) foi remanejado de posto. O anúncio foi feito pelo comandante geral da PM, coronel Mário Sérgio Duarte, na noite de quinta-feira, 29. Príncipe passará a comandar o 9º BPM (Rocha Miranda) e, em seu lugar entrará o comandante do Grupamento Especial de Policiamento de Estádios (GEPE), tenente coronel Luiz Otávio.

Príncipe chegou a ser criticado publicamente pelo governador Sérgio Cabral por ter declarado, na última quarta-feira (28), que "se tivesse posto um escoteiro no Morro da Formiga, seria mais do que suficiente (para a ocupação)".

Mudanças

O comandante do 9º BPM, coronel Edivaldo Camelo da Costa, irá assumir a chefia do Estado Maior do 6º CPA (Campos). Outras mudanças ocorreram no 13º BPM (Praça Tiradentes), que deixará de ser ocupado pelo coronel Bonfadini, que segue para a chefia do Estado Maior do 2º CPA (Zona Oeste). O coronel Luigi, do 18º BPM (Jacarepaguá), passará ao comando do 1º CPA.

Segundo a PM, outras mudanças devem ser anunciadas nos próximos dias.

Prisão traficante do Borel

Na quinta-feira (29), policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e do 14º Batalhão de Polícia Militar (Bangu) prenderam Assis Albano Ferreira da Silva, mais conhecido como Ratinho. Ele foi preso na Rua 82, na Vila Kennedy, na Zona Oeste. De acordo com os policiais, ele estaria com um revólver calibre 38, que tinha a numeração raspada.

Agentes do Serviço Reservado do 14º BPM informaram que Ratinho, de 38 anos, era um dos gerentes do tráfico do Morro do Borel. Ele teria fugido para a Vila Kennedy com a ocupação por policiais da comunidade da Tijuca, que vai receber a oitava Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

veja também