MENU

Corpo encontrado em precipício seria de italiano

Corpo encontrado em precipício seria de italiano

Atualizado: Terça-feira, 3 Abril de 2012 as 1:58

Homens do Corpo de Bombeiros retiraram na manhã desta terça-feira (3) o corpo de um homem encontrado no precipício conhecido como Portão do Inferno, localizado em Chapada dos Guimarães, cidade turística distante 65 km de Cuiabá. Conforme a Polícia Civil, o corpo aparenta ser do turista italiano Mário Bergamaschi, que está desaparecido há uma semana, mas a identidade só será confirmada após o reconhecimento por parte da família e de laudos técnicos.

As equipes do Corpo de Bombeiros retiraram o corpo do fundo do paredão de 75 metros de altura por volta das 9h50 [horário de MT]. Homens do Corpo de Bombeiros desceram o paredão utilizando a técnica de rapel, amarraram o corpo em uma maca e o levaram até a parte de cima do precipício.

A delegada Eliane de Moraes afirmou ao G1 que mesmo com os fortes indícios de que o corpo seja do italiano, ainda falta o reconhecimento por parte dos familiares. “A princípio é sim o corpo do turista. O amigo reconheceu o sapato como sendo dele. Falta a família fazer o reconhecimento e caso eles não consigam vamos pedir exames da arcada dentária”, pontuou.

Ainda conforme a delegada, no corpo não há sinais de violência. “Por enquanto tem apenas sinas da queda, mas isso vai ser confirmado apenas com a perícia”, declarou.

O caso

O corpo foi localizado no final da tarde desta segunda-feira (2), quando equipes faziam buscas pelas trilhas da região. A bolsa do turista, contendo uma corda e um cartão de identificação, foi encontrada próximo ao local.

Conforme a polícia, o italiano estava hospedado na casa de um amigo em Chapada dos Guimarães quando desapareceu. O amigo dele foi quem comunicou o sumiço à polícia na última quarta-feira (28). Ele disse à polícia que teve que ir até a capital e, ao voltar para casa, não viu mais o amigo italiano. Já de acordo com a irmã do empresário, Maria Bergamaschi, ele foi visto pela última vez na casa de uma tia no último sábado (31) e, no domingo (1º), ele fez contato com a família por telefone.

veja também