MENU

Corregedor confirma que abrirá processo contra Jaqueline Roriz

Corregedor confirma que abrirá processo contra Jaqueline Roriz

Atualizado: Quarta-feira, 16 Março de 2011 as 8:10

O corregedor-geral da Câmara, Eduardo da Fonte (PP-PE), confirmou nesta terça-feira que vai abrir processo contra a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF).

Ela foi filmada recebendo dinheiro de Durval Barbosa, delator do mensalão do DEM.

"Vamos abrir processo e seguir rigorosamente o regimento", afirmou. O pedido de investigação foi feito pelo PSOL à Mesa Diretora e deve ser enviado pelo presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), amanhã para a corregedoria.

O partido já informou que fará o mesmo pedido diretamente ao Conselho. De qualquer forma, a manifestação do corregedor dá força política ao caso.

Sobre as imagens, o deputado disse: "são fatos gravíssimos, as imagens falam por si só. É importante que a Câmara dê uma resposta para a sociedade".

Ontem, Jaqueline admitiu em nota que usou dinheiro para caixa 2 de campanha.

"Durante a campanha eleitoral de 2006, estive algumas vezes no escritório do senhor Durval Barbosa, a pedido dele, para receber recursos financeiros para a campanha distrital, que não foram devidamente contabilizados na prestação de contas da campanha", escreveu a deputada.

Ela anunciou ainda que, "por recomendação médica", licenciou-se da Câmara por cinco dias.

Sobre o caso, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa autorizou a abertura de inquérito contra a deputada.

Por Maria Clara Cabral

veja também