MENU

CPI da Pedofilia ouve ex-juiz acusado de pedofilia

CPI da Pedofilia ouve ex-juiz acusado de pedofilia

Atualizado: Sexta-feira, 26 Novembro de 2010 as 7:45

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia ouviu nesta quinta-feira (25) o ex-juiz do Trabalho de Tefé (AM), Antônio Carlos Branquinho, acusado de abusar sexualmente de menores.

Durante a audiência pública, Antônio Carlos Branquinho respondeu apenas a algumas perguntas iniciais do relator da CPI, senador José Nery (PSOL-PA), negando-se a prestar qualquer tipo de informação durante o resto da audiência.

Com relação aos questionamentos do presidente da comissão, senador Magno Malta (PR-ES), sobre centenas de fotos com abusos sexuais contra crianças, o ex-juiz disse que tudo o que tinha a declarar a respeito já constava de sua defesa no processo criminal, que tramita na Justiça contra sua pessoa.

Em entrevista à imprensa, Magno Malta informou sobre providências que estão sendo adotadas pela comissão no sentido de solicitar o indiciamento também de pessoas envolvidas com o ex-juiz no caso de abusos de menores

- Este é um caso absolutamente emblemático. Existem pessoas que estão envolvidas e que ainda não estão dentro do processo investigatório. É nosso objetivo trazer as cafetinas para dentro do processo e também aqueles cidadãos fotografados com o ex-juiz dentro de motéis abusando de crianças - disse Magno Malta.

Safernet

Após a oitiva do ex-juiz do Trabalho de Tefé/AM, o presidente da ONG Safernet, Thiago Oliveira, leu nota divulgada ontem por sua organização questionando parecer técnico que levou o Ministério Público Federal de São Paulo a rescindir parcialmente um contrato de cooperação técnica com a Safernet.

Ele protocolou ainda documentos registrando casos de pornografia infantil e racismo, os quais não teriam sido, segundo ele, considerados pelo Ministério Público de São Paulo no embasamento de sua decisão de rompimento do contrato de cooperação.

veja também