MENU

CPI do MST define próximos passos da investigação

CPI do MST define próximos passos da investigação

Atualizado: Segunda-feira, 14 Junho de 2010 as 9:59

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) se reúne na quarta-feira (16) para votar requerimentos sobre as investigações dos repasses do Movimento.

Há mais de 100 requerimentos em pauta, entre eles os que pedem a quebra de sigilo bancário, fiscal e telefônico de entidades ligadas ao MST, como o Inocar (Instituto de Orientação Comunitária e Assistência Rural), a Anca (Associação Nacional de Cooperação Agrícola), a Concrab (Confederação das Cooperativas da Reforma Agrária) e o Cepatec (Centro de Formação e Pesquisa Contestado).

A Comissão já ouviu os depoimentos da maioria dos líderes das organizações suspeitas de repasses irregulares.

No último dia 27 de maio, a Câmara decidiu que iniciará outra investigação, em parceira com o TCU (Tribunal de Contas da União), para apurar os contratos do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) com a Inocar. Os documentos a serem investigados são relativos a atividades de mapeamento de imóveis rurais o ao incentivo da agricultura em assentamentos rurais.

veja também