MENU

Criança reclama de choque em escola e fica internada no ES

Criança reclama de choque em escola e fica internada no ES

Atualizado: Sexta-feira, 19 Agosto de 2011 as 3:59

Criança diz ter levado choque e está internada

há três dias (Foto: Arquivo Pessoal)

  Uma criança de sete anos reclamou que levou um choque na escola municipal Abel Bezerra no bairro Feu Rosa na Serra, Grande Vitória, e está internada em um hospital da rede particular há três dias. A mãe da menina contou ao G1 que a descarga elétrica aconteceu na terça-feira (19) e que a direção da escola informou que a menina havia batido o cotovelo na parede. Ela não consegue virar a palma da mão para cima.

A mãe da criança, a professora Ana Paula Ribeiro Alves, disse que foi buscar a filha às 11h30 na escola e ela estava com o braço imóvel e inchado, reclamando 'formigarão' no braço direito. "Quando cheguei à escola, a minha filha estava chorando. Procurei a coordenação e me disseram que tinha sido brincadeira de criança. A coordenadora disse que a minha filha tinha batido o cotovelo na parede e, por isso, estava chorando. Falou que tinha escrito um recado no caderninho dela contando", relatou Ana Paula.

A menina foi levada para casa e não parava de reclamar. "A minha filha contou que estava procurando uma amiga, quando outros meninos a chamaram para colocar a mão no poste que estava dando que estava dando choque. Ela me disse que não queria, mas foi empurrada pelos meninos e para não cair, acabou abraçando o poste. E nesse momento ela teria recebido a descarga elétrica", contou a mãe.

Ana Paula Ribeiro levou a criança para um hospital da Serra onde, desde terça-feira (19), passa por exames médicos. A mãe disse que a menina já fez exames cardiológicos e raio x. "É um absurdo as escola dizer que ela bateu o cotovelo em algum lugar. E ainda mais a escola não levou a minha para um hospital e também ao posto de saúde que fica na mesma rua da escola. Outras crianças já reclamaram deste poste e a escola não faz nada", reclamou a mãe.

Prefeitura

A Prefeitura da Serra informou que um engenheiro foi ao local e, preliminarmente, constatou que a luminária estava em perfeitas condições, sem risco de choque. Disse ainda que está providenciando um laudo técnico sobre as condições da luminária para confirmação.

A direção da escola disse que no dia do incidente entregou a criança à mãe sem qualquer tipo de ferimento aparente. A Secretaria de Educação da Prefeitura da Serra informou que está acompanhando o caso de perto e que já entrou em contato com os pais para que possa dar toda a assistência necessária, inclusive com visita à criança no hospital.        

veja também