MENU

CSN compra produtoras de cimento e aço do Grupo AG

CSN compra produtoras de cimento e aço do Grupo AG

Atualizado: Sexta-feira, 20 Maio de 2011 as 10:23

SÃO PAULO - A CSN anunciou que sua subsidiária integral CSN Steel - sediada na Espanha e que concentra ativos operacionais da companhia na Europa - formalizou ontem com o Grupo Alfonso Gallardo (Grupo AG) um contrato de compra da totalidade das ações das empresas Cementos Balboa, Corrugados Azpeitia e Corrugados Lasao, conforme memorando de entendimentos divulgado em dezembro. A compra inclui ainda a totalidade das ações das empresas Stahlwerk Thüringen GmbH e Gallardo Sections detidas pelo Grupo AG.

O valor do desembolso pela CSN Steel será de 543 milhões de euros pela compra das ações. A companhia também assumirá dívida e outros ajustes no valor aproximado de 403 milhões de euros, sujeito a eventuais ajustes de fechamento. O objetivo da CSN é fortalecer sua atuação nos segmentos de cimento e aços longos, "reforçando o portfólio de projetos de classe mundial, composto por reservas minerais e ativos de alta qualidade".

A Balboa é uma produtora de cimento e clínquer localizada na região da Extremadura, na Espanha, com capacidade anual instalada de produção de 1,4 milhão de toneladas de cimento e 1,1 milhão de toneladas de clínquer. Possui ainda uma mina de calcário e ardósia própria, localizada a 5 quilômetros de distância da unidade.

A Azpeitia e a Lasao são unidades produtoras de aços longos localizadas no País Basco. A Azpeitia é especializada na produção de vergalhões e tem capacidade instalada de produção de 1,1 milhão de toneladas de aço por ano. Já a Lasao produz telas eletrosoldadas, com uma capacidade instalada de produção anual de 200 mil toneladas.

A SWT, por sua vez, é uma produtora de aços longos localizada em Unterwellenborn, Alemanha. A empresa é especializada na produção de perfis e tem capacidade instalada de produção de 1,1 milhão de toneladas de aço por ano. A Gallardo Sections é uma distribuidora do Grupo AG.

A CSN informou que a transação será submetida às aprovações regulatórias e concorrenciais necessárias, sendo que seu fechamento está sujeito ainda a outras condições comuns a operações desta natureza.

veja também