MENU

Dado Dolabella foi condenado a 2 anos e 9 meses em regime aberto

Dado Dolabella foi condenado a 2 anos e 9 meses em regime aberto

Atualizado: Quinta-feira, 5 Agosto de 2010 as 2:59

A coluna "Retratos da Vida" teve acesso à sentença, que corre em segredo de Justiça, aplicada contra Dado Dolabella por agredir a atriz Luana Piovani em 22 de outubro de 2008, na boate 00, na Gávea. Ao contrário do que disse o ator da Record e seu advogado, Michel Assef Filho, Dado foi condenado a dois anos e nove meses de reclusão em regime aberto.

O ex-namorado de Luana Piovani disse, em entrevista, no final do dia desta quarta-feira, que sua pena era apenas fazer parte de um grupo reflexivo de homens agressores e assistir a um vídeo sobre violência doméstica. De fato, a juíza Ane Cristine Scheele Santos, do 1º Juizado de Violência Doméstica Familiar, inclui a participação neste grupo como complemento à pena de reclusão.

No entanto, na sentença, a juíza esclarece que a pena não pode ser substituída por trabalhos comunitários, nem por cestas básicas. Quem vai fixar as condições de cumprimento da punição será a Vara de Execuções Penais, mas, em geral, a pessoa condenada em situações semelhantes tem que dormir todos os dias na cadeia. Saindo às 6h e voltando às 22h. Se o condenado quiser se ausentar do Estado, ele terá que pedir autorização à Justiça, informando a necessidade e os motivos da viagem. Além, é claro, do endereço onde estará hospedado. Sair do Brasil é algo mais complicado e raramente a Justiça autoriza um condenado em regime aberto a deixar o país. 

Luana Piovani não está no Brasil e não foi localizada para comentar a condenação do ex-noivo. A briga aconteceu em uma festa na boate 00, na Gávea, no dia 22 de outubro de 2008, após a estreia de um monólogo da atriz, “Pássaro da noite”. Na comemoração para os amigos e a equipe do espetáculo, os dois discutiram e a camareira da atriz, Dona Esmeralda de Souza, acabou com o braço imobilizado ao ser empurrada pelo ator quando tentou defender Luana.

veja também