Defesa Civil do Rio recebeu 48 chamadas por causa do temporal

Defesa Civil do Rio recebeu 48 chamadas por causa do temporal

Atualizado: Segunda-feira, 6 Dezembro de 2010 as 1:50

O município do Rio continua em estado de atenção, segundo o Alerta Rio, com a possibilidade de novas pancadas de chuva . Das 20h de domingo (5) às 8h desta segunda-feira (6), a Defesa Civil municipal registrou 48 chamadas, sendo a maioria para rachaduras e infiltrações.

A assessoria de comunicação da Secretaria municipal de Saúde informa que não houve casos com vítimas. Os locais que registraram os maiores problemas foram Ilha do Governador, onde houve casos de deslizamentos de terra, Penha, na Zona Norte do Rio, e Botafogo, na Zona Sul.

Muitos bairros ficaram sem energia elétrica e a rede ferroviária também sofreu danos , mas, segundo as empresas responsáveis pelos serviços, a situação já foi normalizada.

Petrópolis e Duque de Caxias

Já em Petrópolis, na Região Serrana, a Defesa Civil registrou 14 chamados até as 10h desta segunda-feira (6), sem gravidade. O índice pluviométrico chegou a 80 milímetros, segundo a Defesa Civil. No bairro Quitandinha houve deslizamento de terra e o rio transbordou. Um poste e um muro caíram no bairro Mosela.

De acordo com a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo nesta segunda-feira passa de encoberto a chuvoso, com pancadas de chuva e trovoadas no final do dia. Os ventos passam de fracos a moderados com rajadas. A temperatura fica em torno de 22 graus, a mínima, e 30 graus, a máxima.

Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, a Defesa Civil não fechou o balanço dos chamados, mas o órgão afirma que houve muitos registros de alagamentos e desabamentos de muros nos bairros de Gramacho, Beira-Mar, Vila Alzira e Prainha. Segundo o órgão, no entanto, não houve feridos.    

veja também