Defesa Civil registra 10 mortes causadas pelas chuvas em SP

Defesa Civil registra 10 mortes causadas pelas chuvas em SP

Atualizado: Sexta-feira, 7 Janeiro de 2011 as 12:57

O mais recente balanço da Operação Verão da Defesa Civil do Estado de São Paulo, divulgado na manhã desta sexta-feira (7), contabiliza um total de 10 mortes causadas pelas chuvas em todo o estado desde o dia 1º de dezembro de 2010. A cidade com mais mortes registradas é Jundiaí, onde quatro pessoas de uma mesma família morreram na noite de quarta-feira (5) após o soterramento de uma casa.

A primeira morte registrada durante a operação foi em Tatuí, no interior do estado, no dia 11 de dezembro, quando um homem morreu ao ser arrastado por uma enxurrada. Outras duas pessoas morreram na capital paulista, no dia 21 de dezembro; mãe e filho foram soterrados dentro de casa em Mauá, no ABC, na noite de terça-feira (4); e uma mulher foi arrastada pela enxurrada após seu carro cair em um buraco nesta quinta-feira (6) em Limeira, também no interior.

O relatório da Defesa Civil também contabiliza 791 pessoas desabrigadas e 6.443 desalojadas no estado. O órgão considera como desabrigadas as pessoas que perderam suas casas - ou seus imóveis foram interditados - e são encaminhadas para abrigos disponibilizados pelo poder público. Já desalojados são aqueles que também foram retirados de suas casas, mas foram instalados nos imóveis de amigos ou parentes.

No total, 57 municípios tiveram problemas por causa dos temporais. Vinte e dois deles estão em estado de atenção devido às chuvas: Águas de Lindóia, Americana, Atibaia, Campinas, Campo Limpo Paulista, Hortolândia, Itapira, Itatiba, Jarinu, Jundiaí, Limeira, Lindóia, Pedreira, Rio Claro, Socorro, Sumaré, Valinhos, Várzea Paulista, Cubatão, Guarujá, Santos e São Vicente.

Já a cidade de Mauá, no ABC, está em estado de alerta para as chuvas.

veja também