Defesa Civil registra 267 ocorrências de deslizamento em Salvador-BA

Defesa Civil registra 267 ocorrências de deslizamento em Salvador-BA

Atualizado: Sexta-feira, 16 Abril de 2010 as 12

De acordo com balanço atualizado por volta das 18h30 de ontem, dia 15, a Defesa Civil de Salvador (BA) registrou 267 ocorrências de deslizamento de terra nesta quinta-feira. Além disso, houve registro de desabamentos de 14 imóveis e 11 muros, 37 áreas alagadas e seis quedas de árvore.

Nesta quinta, o prefeito João Henrique (PMDB) decretou situação de emergência na cidade por 90 dias devido aos estragos causados pela chuva.

Com o decreto, o prefeito reconhece a necessidade do apoio dos governos estadual e federal para a liberação de recursos para a realização de obras emergenciais.

Dados divulgados pela administração municipal mostram que, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), em 15 dias já choveu 356,3 mm na cidade, índice pluviométrico superior ao total estimado para todo o mês de abril (326,2 mm). Cada milímetro equivale a um litro de água por metro quadrado.

Na noite de ontem (14), duas crianças morreram em um deslizamento de terra que atingiu a casa em que estavam no bairro de Vila Canária, na periferia de Salvador. Ao todo, seis pessoas morreram em decorrência das chuvas no Estado desde o início do mês de abril.

Chuva

O governo da Bahia decidiu suspender nesta quinta-feira as aulas da rede estadual de ensino em Salvador e região metropolitana em razão de um temporal. A prefeitura da capital baiana também suspendeu as aulas da rede municipal, pela terceira vez em menos de dez dias.

Os moradores da cidade enfrentaram congestionamentos em diversos pontos. A Transalvador recomendou aos motoristas que evitem trafegar sob chuva. "As vias em dias de chuva devem ser usadas apenas por aqueles que não podem faltar ao trabalho ou a outras atividades inadiáveis", informou em nota.

Estado

Segundo a Defesa Civil estadual, sete cidades já decretaram situação de emergência no Estado em razão das chuvas desde fevereiro. Além disso, outras 13 cidades ainda aguardam homologação do mesmo decreto pelo governo estadual.

As aulas também foram suspensas em Lauro de Freitas (região metropolitana de Salvador). No município, barcos foram os únicos meios de transporte para a população e autoridades devido aos alagamentos no local conhecido como Sempre Verde.

veja também