MENU

Delegado pede prorrogação de inquérito da morte de prefeito em MT

Delegado pede prorrogação de inquérito da morte de prefeito em MT

Atualizado: Terça-feira, 6 Setembro de 2011 as 12:34

O delegado Wilyney Santana Borges pediu à Justiça a prorrogação do inquérito que apura o assassinato do prefeito Valdemir Antônio da Silva, de Novo Santo Antônio, a 1.063 quilômetros de Cuiabá. Cinco pessoas foram indiciadas no inquérito.   De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, foram indiciados dois homens suspeitos de matar o prefeito e um advogado suspeito de ser o mandante do crime. Outras duas pessoas indiciadas não tiveram a participação revelada para, segundo o delegado, não atrapalhar as investigações. Os dois homens suspeitos de matar o prefeito estão presos e tiveram a prisão temporária prorrogada por mais 30 dias. E o inquérito policial deve ser concluído em 30 dias.

O crime

Valdenir Antônio da Silva (PMDB), também conhecido como "Quatro Olho", foi assassinado na noite do dia 23 de julho na própria residência, em Novo Santo Antônio. Dois homens chegaram a pé na casa do prefeito e atiraram três vezes contra a vítima. Os dois filhos adolescentes de 13 e 16 anos estavam na casa e presenciaram o momento em que o pai foi morto.        

veja também